Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Tecnoforma vai processar ministro Poiares Maduro

Ana Gomes, José Pacheco Pereira, Clara Ferreira Alves e José António Cerejo são também visados pela empresa.
10 de Outubro de 2014 às 17:47
Poiares Maduro processado por "declarações proferidas publicamente"
Poiares Maduro processado por 'declarações proferidas publicamente' FOTO: Paulo Novais/LUSA

A Tecnoforma anunciou esta sexta-feira que vai processar criminalmente o ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional Miguel Poiares Maduro por "declarações proferidas publicamente" no âmbito do "caso Tecnoforma", relacionado com pagamentos ao primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

A eurodeputada Ana Gomes e o historiador e comentador político José Pacheco Pereira são outras das pessoas contra quem a Tecnoforma vai participar criminalmente, por se sentir "lesada no seu bom nome, prestígio e credibilidade", segundo um comunicado assinado pela administração da Tecnoforma - Formação e Consultoria e esta sexta-feira divulgado pelos advogados da empresa.

Alegando estar em causa a prática de crimes "contra a sua honra e consideração", a Tecnoforma refere, em comunicado enviado à agência Lusa, que vai ainda participar criminalmente contra os jornalistas José António Cerejo e Clara Ferreira Alves, bem como contra o jornal Público e a Impresa Publishing.

tecnoforma processa Poiares Maduro Ana Gomes José Pacheco Pereira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)