Correio da Manhã

Portugueses compram 27 mil livros por dia
Foto iStockPhoto
Foto Getty Images
Foto Getty Images
Foto Getty Images
Por Duarte Faria | 01:30
  • Partilhe
Foram comercializadas menos 102 mil unidades durante o primeiro semestre deste ano, mas mercado gerou mais dinheiro.

O mercado livreiro português continua em queda. No primeiro semestre do ano foram vendidas 4,98 milhões de unidades, ou seja, pouco mais de 830 mil livros por mês (cerca de 27 mil por dia), de acordo com os dados disponibilizados ao CM pela GfK Portugal.

Isto significa que foram comercializados menos 102 mil exemplares do que em igual período de 2017 (menos 2%).

Apesar de terem sido vendidos menos livros, o valor desta área de negócio aumentou. Entre janeiro e o fim de junho, este mercado gerou 62,7 milhões de euros, mais 700 mil euros (1%) do que no mesmo período do ano passado.

Os dados refletem uma cobertura estimada de 80% das vendas do mercado de livros não escolares.

No top das obras mais vendidas encontram-se, segundo dados fornecidos pela FNAC e Bertrand, títulos como ‘A Arte Subtil de Saber Dizer Que Se F*da’, de Mark Manson; ‘Cebola Crua com Sal e Broa’, de Miguel Sousa Tavares; ‘Confia’, de Sofia Ribeiro; ‘O Homem Que Sou’, de Tony Carreira; e ‘Homo Deus: História Breve do Amanhã’, de Yuval Noah Harari.

PUBLICIDADE
Recorde-se que o mercado livreiro português fechou 2017 com um valor total de 147 milhões de euros, um crescimento de 3% face ao registado no ano anterior (142,4 milhões ).

Isto apesar de terem sido vendidos menos livros: 11,8 milhões de unidades (menos de um milhão de exemplares por mês), o que representa um recuo de 1% (120 mil unidades) em comparação com 2016.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE