Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Cantor romântico morre com cancro aos 69 anos

Art Sullivan foi campeão de vendas da música cantada em francês.
Duarte Faria 28 de Dezembro de 2019 às 10:53
Art Sullivan
Art Sullivan
Art Sullivan
Art Sullivan
Art Sullivan
Art Sullivan
O cantor romântico belga Art Sullivan - muito popular em Portugal na década de 1970 - morreu na madrugada de sexta-feira, aos 69 anos, vítima de cancro no pâncreas.

Marc Liénart Van Lidth de Jeude, nome com que nasceu a 22 de novembro de 1950, afirmou-se na cena musical internacional desde a edição do primeiro disco, ‘Ensemble’, em 1972. Nos anos seguintes, manteve-se na frente entre os campeões de venda da música cantada em francês, com canções como ‘Petite Demoiselle’, ‘Petite fille aux yeux bleus’ e ‘Adieu sois heureuse’.

Mas, em 1978, abandonou os palcos e mudou-se para os EUA - dedicou-se à produção de programas de TV e documentários sobre cidades belgas e famílias reais. No ano anterior, tinha atuado em Portugal, no auge da fama. Disse mais tarde que abandonou a carreira por sentir que "não havia lugar" para a música que queria fazer.

No início dos anos 2000 surgiram algumas reedições dos seus maiores êxitos e, em 2007, chegou a ser anunciada a sua atuação nos coliseus de Lisboa e Porto, mas os concertos foram cancelados. Em 2010 agendou uma série de 30 concertos no nosso país.

Atualmente, preparava a comemoração de 45 anos de carreira em 2020 com dez "megaconcertos" em vários países. Em entrevista, disse: "Quando morrer, quero que as minhas cinzas sejam deitadas ao mar, em Cascais. Adoro Portugal, venho cá várias vezes por ano. Costumo dizer que a Bélgica é o meu amor e Portugal a minha amante."
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)