Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Espectáculo agradável

O jovem Miguel Duarte tornou-se cavaleiro de alternativa em cerimónia apadrinhada por Joaquim Bastinhas e testemunhada por Sónia Matias e Marcos Tenório, num espectáculo com momentos agradáveis realizado no passado sábado, na castiça praça de toiros de Caldas da Rainha, e que veio a terminar com todos os intervenientes a agradecerem, no centro da arena, os aplausos.
5 de Setembro de 2005 às 00:00
Miguel Duarte esteve bem na brega e na cravagem dos ferros da ordem, a deixar-se ver nos cites que procurou fossem de largo e a cravar dois compridos de boa nota em tiras bem desenhadas e rematadas. Com os curtos, os dois primeiros foram deixados em sortes frontais de boa execução, com viagens rectas e cravagem ajustada, para terminar com dois ferros em sortes cambiadas que tiveram menor impacto.
Joaquim Bastinhas entendeu-se bem com o 2.º da noite, dando-lhe a lide adequada, a cravar à tira os compridos e a quarteio os curtos, mexendo bem no de Pinto Barreiros que foi bom colaborador, e terminou com um bom palmito e um par de bandarilhas, muito aplaudidos.
Sónia Matias também esteve em bom plano. Mostrou decisão na forma como atacou o toiro e assinou uma boa exibição, nomeadamente nos curtos em que trouxe um cavalo castanho que lhe permitiu pisar terrenos de compromisso na cara do toiro e deixar bons ferros curtos de que destacamos o 3.º.
Marcos Tenório voltou a mostrar que é um cavaleiro a ter em conta e que tem valor, pois andou bem na brega e na cravagem, numa li-de de menos a mais com os curtos onde o 3.º foi de muito boa execução num quarteio muito bem marcado.
Duas lides a duo encerraram a corrida. Sónia Matias e Miguel Duarte aqueceram os ânimos nas bancadas numa lide interessante e com bons ferros de cada um dos artistas. Joaquim Bastinhas e Marcos Tenório deram espectáculo que o público agradeceu com fortes aplausos, ao cravarem ferros para todos os gostos, optando por um ritmo popular que contagiou as bancadas pelo ritmo imposto.
Os Forcados de Vila Franca concretizaram três rijas pegas de caras por Armando Cardoso, Carlos Carvalho (2.ª) e Paulo Conceição. Os de Caldas da Rainha tiveram também uma boa prestação com pegas a cargo de Ricardo Vasconcelos, Diogo Ornelas (2.ª) e Óscar Carvalho numa rija pega à 2.ª em que esteve muito bem a citar, a provocar a investida do toiro e na forma como se fechou.
Os toiros de Pinto Barreiros e São Torcato, bem apresentados, serviram no geral, com o 3.º e o 4.º a serem mais reservados e mansotes mas sem complicações.
Dirigiu bem António Garçoa assessorado pelo veterinário Francisco Barata.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)