Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Família de Murphy suspeita de fraude

A denúncia caiu como uma bomba em Hollywood e voltou a alimentar polémica em torno da actriz Brittany Murphy, que morreu aos 32 anos por problemas de saúde: o marido e a mãe da estrela criaram uma fundação em homenagem à intérprete de ‘8Mile’ ou ‘A Cidade do Pecado’ só que a mesma é ilegal.
16 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Murphy, aqui com o marido Simon Monjack, morreu aos 32 anos
Murphy, aqui com o marido Simon Monjack, morreu aos 32 anos FOTO: Carlo Allegri/Reuters

A Brittany Murphy Foundation destina-se ao apoio de crianças carenciadas e apela às doações em dinheiro a partir do seu portal na internet. No entanto, Simon Monjack, o marido, e Sharon Murphy, a mãe, estão a ser acusados de fraude por serem os mentores do projecto. Segundo o site TMZ, o gabinete do secretário de Estado da Califórnia não possui quaisquer registos da fundação, nomeadamente se esta tem fins lucrativos ou não, algo que é obrigatório por lei.

Na sequência da polémica, o portal oficial do projecto emitiu um comunicado a dizer que a fundação se encontra "em manutenção". "Qualquer doação feita antes deste comunicado será devolvida até que tenhamos o nosso registo oficializado", lê-se no mesmo espaço, que sublinha ser "sem fins lucrativos".

Até agora desconhece-se se a mãe e o marido de Brittany Murphy serão oficialmente acusados de fraude, tendo em conta que o pedido de doações se iniciou em Janeiro.

Brittany Murphy foi encontrada sem vida na banheira da sua casa a 20 de Dezembro último. Depois de muitas especulações sobre abuso de comprimidos e anorexia, a autópsia oficial da morte referiu causa acidental por complicações provocadas por uma pneumonia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)