Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Festivais atraem mais de 430 mil pessoas

Primeiros eventos de verão cumprem expectativas e antecipam temporada em grande.
Sónia Dias 10 de Julho de 2017 às 01:30
Foo Fighters fecharam o segundo dia do NOS Alive
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Imagine Dragons
Kodaline
NOS Alive
Foo Fighters fecharam o segundo dia do NOS Alive
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Imagine Dragons
Kodaline
NOS Alive
Foo Fighters fecharam o segundo dia do NOS Alive
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Alive termina em festa com Depeche Mode
Imagine Dragons
Kodaline
NOS Alive
De norte a sul do País, o verão faz-se de música. Este ano deverá ser batido o recorde de festivais, ultrapassando os 249 realizados em 2016, com a maioria a concentrar-se entre junho e setembro. Até agora realizaram-se cinco certames e a adesão do público adivinha mais uma temporada de sucesso, com cerca de 431 mil entradas.

Até agora, o festival que mais pessoas atraiu foi o Alive, que se realizou entre 6 e 8 de julho. Cerca de 165 mil festivaleiros passaram pelo Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, para ouvir artistas como The Weeknd, Foo Fighters e Depeche Mode.

No mesmo fim de semana - entre 7 a 9 de julho, cerca de 100 mil pessoas concentraram-se na Praia do Relógio, na Figueira da Foz, para dançar ao som dos maiores DJ do mundo, em mais uma edição do Somnii. Em terceiro lugar, com 80 mil visitantes, está o Primavera Sound (8 a 10 de junho), no Porto, o primeiro grande festival de verão do ano. Bon Iver assegurou o melhor dia do certame, com a lotação máxima de 30 mil fãs.

Seguem-se Beach Party, em Matosinhos, e Summer Fest, na Ericeira, ambos realizados entre 30 de junho e 1 de julho, que juntaram 56 mil e 30 mil pessoas, respetivamente. Estes foram os únicos a apresentar resultados diferentes dos de 2016. O primeiro perdeu cerca de 4 mil visitantes, enquanto que o segundo atraiu mais 5 mil.

Festa continua em Lisboa e V. N. de Gaia 
Super Bock Super Rock e Marés Vivas são os próximos festivais de verão a aquecer o País. O primeiro decorre de 13 a 15 de julho, no Parque das Nações, em Lisboa, e tem como principais atrações Red Hot Chili Peppers, London Grammar, Future, Fatboy Slim e Deftones.

Já o Marés Vivas realiza-se entre 14 e 16 de julho, em Vila Nova de Gaia, e receberá como cabeças de cartaz Seu Jorge, Bastille, Scorpions e Sting, entre muitos outros.

Polícia deteve mais de 50 em três dias  
Mais de cinquenta pessoas foram detidas durante os três dias de NOS Alive. A maior parte das detenções, apurou o CM, relacionam-se com os crimes de tráfico de droga e venda ilegal de ingressos.

Vários agentes da PSP de Oeiras ficaram responsáveis pela segurança no recinto. 

SAIBA MAIS 
1 641 833
É o número aproximado de pessoas que passaram pelos festivais de verão no ano passado. O evento que mais público atraiu foi o Rock In Rio Lisboa, com 329 mil visitantes nacionais e estrangeiros.

Impacto económico
O número de festivais de música cresceu 18% em 2016, atraindo mais de dois milhões de espectadores, com um impacto na economia nacional de 100 milhões de euros, segundo uma informação divulgada pelo Ministério do Ambiente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)