Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Glenn Close e Malek mais perto do Óscar

Depois do Globo de Ouro, atores foram agora considerados pelo Sindicato dos Atores como os melhores do ano.
Ana Maria Ribeiro 29 de Janeiro de 2019 às 01:30
Rami Malek é, para o Sindicato dos Atores, o melhor ator do ano
Glenn Close distinguida pela sua interpretação em ‘A Mulher’
‘Black  Panther’ teve direito a dois prémios
Rami Malek é, para o Sindicato dos Atores, o melhor ator do ano
Glenn Close distinguida pela sua interpretação em ‘A Mulher’
‘Black  Panther’ teve direito a dois prémios
Rami Malek é, para o Sindicato dos Atores, o melhor ator do ano
Glenn Close distinguida pela sua interpretação em ‘A Mulher’
‘Black  Panther’ teve direito a dois prémios
Costuma ser o melhor indicador para os vencedores dos Óscares e este ano não deixou de provocar sensação: o Sindicato dos Atores distinguiu Glenn Close como melhor atriz no filme ‘A Mulher’, e Rami Malek como melhor ator pela sua interpretação em ‘Bohemian Rapshody’, que evoca a história de Freddie Mercury e dos Queen.

Ambos já tinham levado para casa os respetivos Globos de Ouro, o que está a tornar as apostas para Óscares (ainda) mais previsíveis.

Na noite em que o mundo do cinema – e da televisão – foi distinguido pelos colegas atores, o filme ‘Black Panther’ levou para casa dois prémios: o de melhor elenco e o de melhor trabalho de duplos, e a grande surpresa foi o facto do filme ‘Roma’, de Alfonso Cuarón, que tem dez nomeações para os Óscares, não ter recebido qualquer indicação para estes prémios.

Nos secundários, Emily Blunt foi distinguida pela sua prestação no filme de terror ‘Um Lugar Silencioso’ e Mahershala Ali pelo papel desempenhado em ‘Green Book – Um Guia para a Vida’.

Como não há cerimónia que se preze sem um pequeno escândalo, antes da festa o Sindicato dos Atores tinha criticado publicamente a Academia por pressionar os artistas a não irem a nenhuma entrega de prémios – preservando, assim, a imagem para abrilhantarem a entrega dos Óscares. Ninguém reagiu à provocação.

A noite viu ainda Tom Hanks entregar o Prémio de Carreira a Alan Alda, que já ganhou seis Emmy e seis Globos de Ouro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)