Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

Joaquim Monchique volta a ser ‘Deus’

Ator leva ‘God’ ao Villaret, em Lisboa, e depois quer circular com o espetáculo.
Ana Maria Ribeiro 23 de Dezembro de 2018 às 01:30
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique é ‘God’ neste espetáculo que adaptou a partir de uma peça que fez furor na Broadway
Joaquim Monchique estava em Nova Iorque na fila de táxis para ir para o hotel quando viu passar um táxi azul-celeste, com o anúncio a uma peça de teatro chamada ‘An Act of God’ (‘um ato de Deus’, em tradução literal) e a cara de Jim Parsons (o Sheldon de ‘A Teoria do Big Bang’) no cartaz.

Foi o chamamento de que precisava para ir ao teatro e trazer para Portugal uma peça que "em 2016 foi considerada a melhor do ano na Broadway".

Chamou-lhe, apenas, ‘God’ (‘Deus’), e deu a volta ao texto. "Os americanos têm um conhecimento profundo da Bíblia, coisa que não acontece entre nós, e tive receio de que o público não entendesse este Deus do Antigo Testamento, que castiga", conta-nos, acrescentando que a sua versão da peça de David Javerbaum tem outro tipo de preocupações.

"Este é um Deus que vem à Terra para dizer aos humanos que eles são a melhor criação dele mas que, neste momento, estão a estragar o Mundo", adianta, ele que apresentou o espetáculo em 2016, levando-o numa bem-sucedida digressão nacional que foi vista por mais de 100 mil espectadores.

E ninguém ficou ofendido por vê-lo fazer de Deus. "Pessoas de todas as religiões acham graça e nunca houve uma palavra de desagrado, nada", diz o ator, que repõe este ‘God’ no Teatro Villaret, em Lisboa, no próximo dia 10 de janeiro.

"O espetáculo vai estar na capital até março e depois volto a levá-lo em tournée. Sinto que ainda pode ter mais espectadores...", revela.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)