Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

José Pedro Gomes de volta

Um ministro corrupto demite-se na sequência de um escândalo revelado pela Comunicação Social. Qualquer semelhança com qualquer realidade é pura coincidência. Trata-se, na verdade, do argumento da peça que assinala o regresso aos palcos do actor José Pedro Gomes, exactamente um ano e três meses depois da morte do ‘cúmplice de sempre’, António Feio.
23 de Setembro de 2011 às 01:00
O actor é protagonista de 'Fuga', comédia catalã que tem como pano de fundo o mundo da política e que tem estreia marcada para 21 de Outubro em Lisboa
O actor é protagonista de 'Fuga', comédia catalã que tem como pano de fundo o mundo da política e que tem estreia marcada para 21 de Outubro em Lisboa FOTO: Tiago Sousa Dias

‘Fuga', uma comédia escrita pelo celebrado autor catalão Jordi Galcerán (n. 1964), é a nova aposta da UAU e conta com um elenco de peso: ao lado de José Pedro Gomes estarão também Maria Rueff, Jorge Mourato, João Maria Pinto e Sónia Aragão. 

A encenação foi entregue a Fernando Gomes - o mesmo que auxiliou António Feio naquele que viria a ser o seu último trabalho no teatro: ‘Apanhados na Rede', de Ray Cooney, estreado no final de 2010 no Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa.

‘Fuga', que tem estreia marcada para 21 de Outubro, no Teatro Tivoli, promete também surpreender pelo papel atribuído a Maria Rueff: o de uma vendedora ambulante que vai mostrar ao ministro em queda (José Pedro Gomes) o que é ter vontade de viver - apesar de todas as contrariedades. Para ajudar à confusão, estarão ainda em cena "um marido violento e infiel, um pai paralítico e uma prostituta".

Quanto ao autor, refira-se que Jordi Galcerán foi revelado em Portugal por Virgílio Castelo, que apresentou, em 2005, no Teatro Armando Cortez, ‘O Método Grönholm'. O dramaturgo diz que, ao escrever, a sua grande preocupação é o espectador. "As comédias têm de ser divertidas, os mistérios intrigantes. Oteatro tem de interessar o público", conclui.

Os bilhetes são postos à venda esta sexta-feira.

EQUIPA HABITUAL

A peça de Jordi Galcerán foi traduzida por Joaquim Monchique. O cenário do espectáculo será do artista plástico Eric da Costa e os figurinos do estilista Dino Alves.

PREÇOS DISTINTOS

Os bilhetes para ver ‘Fuga' custam a partir dos 15 euros. Os bilhetes mais caros, para a primeira plateia, custam 20 euros à quarta, quinta e domingo e 22 às sextas e sábados.

TEATRO E CINEMA

Jordi Galcerán estudou Filologia na Universidade de Barcelona e começou a escrever para teatro em 1988. Duas das suas peças já foram adaptadas ao cinema.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)