Músicos dos Clã dão show no D. Maria II

‘Montanha-Russa’ versa sobre o período da adolescência e as suas questões essenciais.
Por Ana Maria Ribeiro|14.03.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, acaba de estrear um espetáculo sobre a adolescência enquanto período "de crise, de transformação, de procura de um lugar". Concebido por Inês Barahona e Miguel Fragata, ‘Montanha-Russa’ é, também, um musical fora do comum, com música interpretada ao vivo por quatro músicos. Três deles dos Clã: o compositor Hélder Gonçalves, Miguel Ferreira e a carismática Manuela Azevedo.

"Está a ser uma belíssima viagem", diz a cantora. "Estávamos um bocadinho receosos, de como seria estar todos os dias no mesmo palco a fazer as mesmas rotinas. Mas há algo de muito confortável nisso. É quase como estar em casa", afirma.

Ao CM, Inês Barahona e Miguel Fragata contam que construíram o texto a partir de relatos de adolescentes e, também, de diários que lhes foram enviados, "escritos desde os anos 70 até ao presente". "Foi muito interessante perceber que há uma transversalidade enorme quando se fala das questões essenciais da adolescência. Ou seja, apesar de terem referências diferentes, as questões dos adolescentes são as mesmas: a descoberta, o confronto com o erro, com a construção da auto-imagem. Isso é universal", diz Miguel Fragata.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!