Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
6

O Alive também fala português

No palco principal há apenas dois artistas nacionais, mas muito mais há para ouvir.
5 de Julho de 2015 às 16:06
Blasted Mechanism e HMB vão representar a música portuguesa
Blasted Mechanism e HMB vão representar a música portuguesa FOTO: Carlos Rocha
Nem só de música internacional vive o festival Alive. É verdade que dos 15 artistas do palco principal apenas dois são portugueses, mas no universo do recinto há muito mais para ouvir e conhecer do que se faz por cá. Mas vamos por partes.

Coube aos excêntricos Blasted Mechanism e aos meteóricos HMB a tarefa de representar a música portuguesa no mesmo palco que vai ser pisado por Ben Harper, Muse, Sam Smith ou Prodigy. Os Blasted Mechanism mostram o novo disco, ‘Egotronic’, e a oitava geração de fatos.

Já os HMB vão demonstrar por que razão são um dos maiores fenómenos da soul e r’n’b nacional. Mas o recinto do Alive tem muito mais para explorar.

Quem se interessar por espreitar os outros palcos, sempre pode deliciar-se com as rimas de Capicua, viajar com a música instrumental e cinematográfica dos Dead Combo, dançar com a eletrónica doméstica de Moullinex ou ‘curtir’ ao som de Zé Pedro, aqui em versão DJ. Destaque ainda para Dianna Sousa, a rapper que venceu o concurso Geração Arte do Correio da Manhã e que foi escolhida para tocar no Alive.

Referência ainda para o palco comédia, onde se pode descontrair e rir com os melhores humoristas.
Ver comentários