Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Os maiores sucessos e fracassos do ano no cinema

O grande êxito de bilheteira de 2017 é ‘A Bela e o Monstro’, que rendeu mais de mil milhões de euros.
Sónia Dias 24 de Dezembro de 2017 às 01:30
'Bela e o Monstro'
‘A Bela e o Monstro’ está a revelar-se num dos maiores êxitos comerciais ‘made in Hollywood’ de sempre
‘Mãe!’, com Jennifer Lawrence e Javier Bardem, foi um dos grandes fiascos do ano
'Bela e o Monstro'
‘A Bela e o Monstro’ está a revelar-se num dos maiores êxitos comerciais ‘made in Hollywood’ de sempre
‘Mãe!’, com Jennifer Lawrence e Javier Bardem, foi um dos grandes fiascos do ano
'Bela e o Monstro'
‘A Bela e o Monstro’ está a revelar-se num dos maiores êxitos comerciais ‘made in Hollywood’ de sempre
‘Mãe!’, com Jennifer Lawrence e Javier Bardem, foi um dos grandes fiascos do ano
Apesar de ter passado pelo pior verão dos últimos 22 anos, o cinema de Hollywood ainda conseguiu somar alguns êxitos ao longo de 2017. Segundo o Box Office Mojo, o filme mais rentável do ano foi o clássico da Disney ‘A Bela e o Monstro’. Protagonizada por Emma Watson e Dan Stevens, a película rendeu mais de 1,06 mil milhões de euros em todo o Mundo.

Em segundo lugar surge ‘Velocidade Furiosa 8’, que fez cerca de 1,03 mil milhões em receitas de bilheteira globais. Um forte indicador de que a saga ‘Fast and Furious’ está longe de terminar. Logo a seguir está ‘Gru - O Maldisposto 3’, a única animação a integrar o Top 10 dos filmes mais rentáveis do ano, ao lucrar cerca de 872 milhões de euros. A continuação da saga que popularizou os pequenos Minions tornou-se ainda no quarto filme de animação mais rentável de sempre.

Em quarto lugar surge ‘Homem-Aranha: Regresso a Casa’, com receitas na ordem dos 743 milhões de euros, e em quinto a coprodução chinesa ‘Wolf Warrior 2’, que faturou perto de 735 milhões de euros em todo o Mundo.

Da lista dos principais blockbusters de 2017 fazem ainda parte ‘Os Guardiões da Galáxia’ (728 milhões), ‘Thor: Ragnarok’ (704 milhões), ‘Mulher Maravilha’ (693 milhões), ‘Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias’ (671 milhões) e ‘It’ (587 milhões).

No que toca a fiascos, um dos que mais surpreenderam o público foi ‘Mãe!’, de Darren Aronofsky, que apesar do elenco de luxo (Jennifer Lawrence, Javier Bardem entre outros) só rendeu 37,5 milhões de euros, quando custou 25,3 milhões.

Outros exemplos de fracassos de bilheteira foram ‘Viver na Noite’, de Ben Affleck, que faturou 14 milhões (custou 92 milhões), e ‘A Promessa’, que rendeu 6,7 milhões e custou 76 milhões.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)