Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Um olhar de Manuel Patinha

Manuel Patinha, considerado um dos mais importantes escultores contemporâneos, inaugura hoje, pelas 17h00, uma exposição na Fundação Cupertino de Miranda, em Vila Nova de Famalicão, onde poderá ser visitada até 24 de Fevereiro.
19 de Novembro de 2005 às 00:00
Um olhar de Manuel Patinha
Um olhar de Manuel Patinha FOTO: d.r.
A mostra, intitulada ‘Manuel Patinha: O Olhar Inteligente’, reúne 102 obras, entre esculturas e pinturas.
Na opinião do comissário da mostra, Perfecto C. Cuadrado, o artista constrói “uma ‘realidade poética’ edificada à força de palavras, linhas, cores, imagens, símbolos e signos nascidos nas margens do sonho e desejo”.
Nascido em Póvoa de Santa Iria em 1949, Manuel Patinha realizou a primeira exposição com 18 anos.
Após ter emigrado para a Alemanha e trabalhado nas plataformas do Mar do Norte e na África do Sul, fixou residência na Galiza, Espanha.
A sua grande referência ao Surrealismo é o artista e ilustrador Cruzeiro Seixas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)