A febre fatal do leão

Ao sétimo jogo para a Liga, Paulo Bento sofreu a primeira derrota ao comando do Sporting (0-1), que pode ser amanhã ultrapassado pelo Benfica (ou pelo Boavista) na classificação. O Sporting jogou mal, mas criou ocasiões suficientes para ganhar facilmente. Só que a pontaria não estava afinada e os ‘tricolores’ foram eficazes marcando um golo em duas oportunidades criadas.
10.12.05
  • partilhe
  • 0
  • +
A febre fatal do leão
Liedson e Pedro Simões discutem a posse de bola: o regresso do avançado brasileiro à titularidade não foi feliz Foto Tiago Petinga/Lusa
A derrota começou ainda antes do jogo, com a febre de Deivid, tornando Paulo Bento refém de Liedson. Sem mais nenhum avançado disponível (Silva e Pinilla ficaram de fora por opção técnica), o treinador teve de apostar no avançado que ainda há pouco tempo castigou por comportamento incorrecto. E Liedson teve uma noite de tal forma azarada que desperdiçou oportunidades em série (27’, 32’, 56’, 81’...) para marcar, umas vezes por desconcentração, outras por nervosismo, outras por pura inépcia. Ainda perdeu a bola a meio-campo que deu o golo dos ‘tricolores’ e, para cúmulo, falhou um penálti nos descontos. O Sporting teve sempre mais a bola, mas o Estrela apresentou-se atrevido desde o início, armando muitos contra-ataques, com Manu e Semedo abertos nas alas e Anselmo em cunha. Quando Manu fez o 0-1 (36’) na primeira vez que o Estrela chegou com perigo à baliza, já o Sporting criara boas ocasiões que Nani (19’), Custódio (21’) e Liedson desperdiçaram.
Manu foi mais eficaz. O lance começa com uma perda de bola de Liedson para Coutinho, que coloca em Semedo, este isola Manu que, à saída de Ricardo, picou a bola com mestria sobre o guardião.
Logo a seguir, Amoreirinha quase fez auto-golo, mas aos 42 minutos Manu cabeceou com selo de golo após um canto, valendo a enorme defesa de Ricardo.
Na segunda parte, só o Sporting atacou e o Estrela limitou-se a defender. Bruno Vale, com uma defesa do outro mundo negou o golo a Tonel logo aos 47 minutos. Depois foram-se sucedendo os ataques dos ‘leões’, quase sempre mais com o coração do que com a cabeça, mas ainda ssim com muitas possibilidades para marcar. E já perto do fim, Liedson desperdiçou uma grande penalidade (duvidosa) que daria o empate.
FICHA DE JOGO
Local: estádio José Alvalade (27.041 espectadores)
Árbitro: João Vilas Boas (Braga)
SPORTING: Ricardo, Rogério, Polga, Tonel, Tello (Wender, 76m), Custódio, João Moutinho (João Alves, 62m), Sá Pinto, Nani, Douala (Varela, 65m) e Liedson. Treinador: Paulo Bento.
ESTRELA DA AMADORA: Bruno Vale, Tony, Amoreirinha, Maurício, Pedro Simões, Emerson, Coutinho, Anselmo (Rui Duarte, 83m), Rui Borges (Paulo Machado, 65m), Semedo (Bruno Santos, 74m) e Manu. Treinador: Toni
Marcador: 0-1, Manu (36m)
Acção disciplinar: Amarelos - Anselmo (54m), Polga (69m), Manu (81m), Amoreirinha (90m), Bruno Vale (90m).
Melhor jogador: Manu.
POSITIVO: MANU E BRUNO VALE
Um avançado dos quadros do Benfica (Manu) e um guarda-redes que pertence ao FC Porto (Bruno Vale) foram ontem os carrascos do ‘leão’. O dianteiro marcou o golo do triunfo e nunca deu descanso à defesa ‘leonina’ e o guardião assinou uma enorme exibição e até um penálti defendeu. Do lado do Sporting, só se salvaram Ricardo, Rogério e Nani.
NEGATIVO: FALHANÇO DE LIEDSON
Liedson foi ontem a besta negra do Sporting. O homem que costuma(va) resolver foi titular à força, devido à indisponibilidade de Deivid. E saiu tudo mal ao brasileiro, que terá também acusado algum nervosismo devido a tudo o que o tem rodeado nos últimos tempos, Uma actuação desastrosa que culminou com o penálti falhado nos descontos. No Sporting houve outras unidades muito mal como Polga, Tello e Sá Pinto.
APONTAMENTOS
'INJUSTO', DIZ BENTO
Paulo Bento considerou o resultado “injusto”. “Não jogámos bem. Entrámos mal, mas tivemos oportunidades para marcar antes do intervalo. Num erro consentimos um golo. Depois, veio a ansiedade e muitas oportunidades falhadas”, disse. Já Liedson, que falhou uma grande penalidade em cima dos 90’, não escondeu a infelicidade: “As coisas não correram bem ao nível da finalização. Está tudo bem com o treinador”. No final do jogo, Filipe Soares Franco. líder ‘leonino’, disse que esteve no balneário a dar força à equipa.
DEIVID DOENTE
Deivid ficou de fora da partida à última hora. O avançado brasileiro apresentou-se febril e foi-lhe diagnosticada uma amigdalite. Liedson foi titular.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!