Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

"Acredito que o tribunal vai dar-me razão", diz Bruno de Carvalho

O antigo presidente do Sporting foi à Covilhã e defendeu que o ato eleitoral é ilegal.
16 de Agosto de 2018 às 08:29
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho
Apesar de a sua candidatura não ter sido aceite e o seu mandatário ter renunciado ao cargo, Bruno de Carvalho continua em campanha e deslocou-se à Covilhã para participar numa sessão de esclarecimento aos sócios, onde voltou a garantir que vai participar no ato eleitoral.

"Acredito que o tribunal vai dar-me razão! Estão ilegais! Todos estão ilegais por isso acredito que vou concorrer",
 garantiu aos associados onde admitiu uma alteração da data das eleições: " Os prazos das providências cautelares podem vir a influenciar a data das eleições".

Sobre a renúncia de Pedro Proença do cargo de mandatário da sua candidatura, o presidente destituído optou por desvalorizar. "Continua a apoiar a minha candidatura, mas nesta fase é mais importante defender os interesses do Sporting e da minha candidatura na televisão", referiu.
Bruno de Carvalho Pedro Proença Covilhã presidente Sporting política desporto eleições futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)