Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Adepto tenta beijar repórter brasileira durante Mundial na Rússia

Júlia Guimarães diz ter sido vítima de assédio.
24 de Junho de 2018 às 21:31
A repórter Júlia Guimarães, do Grupo Globo, foi este domingo vítima de uma tentativa de assédio antes do jogo entre o Japão e o Senegal, a contar para a segunda jornada do Grupo H do Mundial 2018, na Rússia. 

Segundo avança a Globo, a jornalista diz que já lhe aconteceu o mesmo na Rússia. "É a segunda vez que isto acontece comigo aqui na Rússia. Nunca passei por isso no Brasil, mas que fique bem claro que é por sorte mesmo, porque acontece muito no Brasil, já vimos várias vezes com colegas da imprensa", disse Júlia. 

"Sinto-me indefesa, vulnerável. Desta vez dei-lhe uma resposta, mas é triste, as pessoas não entendem. Eu queria entender por que razão aquela pessoa acha que tem direito de fazer isso", disse a repórter. 

Outra repórter do Grupo Globo, Amanda Kestelman, também havia referido que já foi assediada durante o Mundial na Rússia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)