Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Adeptos indignados com festa de jogadores mexicanos com acompanhantes de luxo

Festejo ocorreu a dias do arranque do campeonato do mundo.
6 de Junho de 2018 às 15:55
Herrera recebe um grupo de prostitutas que acaba de chegar à mansão alugada para a festa
Grupo de prostitutas chega ao local
Herrera recebe um grupo de prostitutas que acaba de chegar à mansão alugada para a festa
Grupo de prostitutas chega ao local
Herrera recebe um grupo de prostitutas que acaba de chegar à mansão alugada para a festa
Grupo de prostitutas chega ao local

A festa realizada este sábado à noite por vários jogadores da seleção mexicana que envolveu álcool e cerca de 30 mulheres, entre elas acompanhantes de luxo, está a gerar um sentimento de revolta junto dos adeptos. Rául Jimenez, do Benfica, Herrera e Corona, do FC Porto, são alguns dos futebolistas que marcaram presença na casa.

"O problema não é a festa, mas sim o dia escolhido para a mesma. Em quatro anos decidiram festejar a dias do inicio do mundial", escreveu um adepto no Twitter. Este ainda fez questão de sublinhar que alguns dos jogadores presentes estão num relacionamento.



Um utilizador da rede social rematou que este tipo de comportamentos demonstram a diferença entre uma grande equipa, fazendo referência à Alemanha, e uma pequena. "Enquanto os alemães permanecem sossegados, os mexicanos festejam com álcool", rematou.

No Twitter, ainda foi partilhada uma imagem que exibe vários carros da Uber juntos à casa onde decorreu a festa. "Os carros da Uber a chegarem com as acompanhantes de luxo à festa da seleção", pode-se ler na publicação.




Segundo revela o site TV Notas, o festejo, que contou com a presença de Guillermo Ochoa, Carlos Salcedo, Marco Fábian, Jesus Gallardo, Giovani e Jonathan dos Santos, ocorreu após o jogo particular frente à equipa da Escócia.

Ver comentários