Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Casa de Villas-Boas tem segurança reforçada (COM FOTOGALERIA)

Villas-Boas aceita proposta do Chelsea.
21 de Junho de 2011 às 00:30
Jovem treinador enfrentou ambiente muito adverso no Estádio da Luz, onde acabaria por sagrar-se campeão
Empate do FC Porto em Alvalade ficou ainda marcado pelo momento em que Jorge Sousa expulsou André Villas-Boas
Celebrar o primeiro título de campeão enquanto treinador principal no Estádio da Luz aumentou 'mito' do ex-adjunto de Mourinho
Depois de uma época dominada pelo Benfica, a vitória portista na Supertaça deu início a um ciclo de triunfos
André Villas-Boas empunhou uma espada de samurai na apresentação do FC Porto aos sócios
André Villas-Boas venceu o duelo com Domingos Paciência na final da Liga Europa disputada em Dublin
Ao longo de vários anos Villas-Boas foi um braço-direito de José Mourinho, fã dos relatórios que fazia sobre os adversários do Chelsea
Percurso do FC Porto na Liga Europa ainda deu algumas dores de cabeça ao treinador, mas o melhor estava para vir
Treinador não hesitou em ajudar César Peixoto a levantar-se do relvado no primeiro de muitos duelos com o Benfica
Colombiano Falcão revelou-se um exímio goleador nas várias competições em que participou
Depois de uma época em que venceu a Liga, a Taça de Portugal, a Supertaça e a Liga Europa, Villas-Boas prepara-se para treinar o Chelsea
Num ano dificilmente repetível, houve uma única tristeza: derrota caseira frente ao Nacional da Madeira impediu FC Porto de seguir na Taça da Liga
Domínio no campeonato nacional ficou bem patente na goleada de 5-0 sobre o Benfica. No final do jogo, com o Estádio do Dragão tomado pela euforia, Villas-Boas cumprimentou o homólogo Jorge Jesus
Depois do apito final, André Villas-Boas foi levado em ombros pelos jogadores
Villas-Boas seguiu Mourinho na transferência para o Inter de Milão mas, farto de ter uma posição subalterna, aceitou o desafio para assumir o comando técnico da Académica na temporada 2009/2010
Inexperiência de Villas-Boas não foi obstáculo para conquistar a confiança dos jogadores do FC Porto
Talento do jovem treinador chamou a atenção do Sporting, mas foi Pinto da Costa a contratar quem começou a carreira, ainda adolescente, a fazer relatórios para Bobby Robson
Avançado brasileiro Hulk, que perdera maior parte da época anterior devido a suspensão, foi uma das armas nada secretas de Villas-Boas
Vitória em tom azul e branco: uma constante ao longo da temporada 2010/2011
Para o treinador português seria um regresso, pois em 2004 acompanhou José Mourinho na ida para o Chelsea, juntamente com Rui Faria, Silvino, Steve Clarke e Baltemar Brito
Benfica mandou apagar as luzes do estádio mas nem assim diminuiu a festa do título
Jovem treinador enfrentou ambiente muito adverso no Estádio da Luz, onde acabaria por sagrar-se campeão
Empate do FC Porto em Alvalade ficou ainda marcado pelo momento em que Jorge Sousa expulsou André Villas-Boas
Celebrar o primeiro título de campeão enquanto treinador principal no Estádio da Luz aumentou 'mito' do ex-adjunto de Mourinho
Depois de uma época dominada pelo Benfica, a vitória portista na Supertaça deu início a um ciclo de triunfos
André Villas-Boas empunhou uma espada de samurai na apresentação do FC Porto aos sócios
André Villas-Boas venceu o duelo com Domingos Paciência na final da Liga Europa disputada em Dublin
Ao longo de vários anos Villas-Boas foi um braço-direito de José Mourinho, fã dos relatórios que fazia sobre os adversários do Chelsea
Percurso do FC Porto na Liga Europa ainda deu algumas dores de cabeça ao treinador, mas o melhor estava para vir
Treinador não hesitou em ajudar César Peixoto a levantar-se do relvado no primeiro de muitos duelos com o Benfica
Colombiano Falcão revelou-se um exímio goleador nas várias competições em que participou
Depois de uma época em que venceu a Liga, a Taça de Portugal, a Supertaça e a Liga Europa, Villas-Boas prepara-se para treinar o Chelsea
Num ano dificilmente repetível, houve uma única tristeza: derrota caseira frente ao Nacional da Madeira impediu FC Porto de seguir na Taça da Liga
Domínio no campeonato nacional ficou bem patente na goleada de 5-0 sobre o Benfica. No final do jogo, com o Estádio do Dragão tomado pela euforia, Villas-Boas cumprimentou o homólogo Jorge Jesus
Depois do apito final, André Villas-Boas foi levado em ombros pelos jogadores
Villas-Boas seguiu Mourinho na transferência para o Inter de Milão mas, farto de ter uma posição subalterna, aceitou o desafio para assumir o comando técnico da Académica na temporada 2009/2010
Inexperiência de Villas-Boas não foi obstáculo para conquistar a confiança dos jogadores do FC Porto
Talento do jovem treinador chamou a atenção do Sporting, mas foi Pinto da Costa a contratar quem começou a carreira, ainda adolescente, a fazer relatórios para Bobby Robson
Avançado brasileiro Hulk, que perdera maior parte da época anterior devido a suspensão, foi uma das armas nada secretas de Villas-Boas
Vitória em tom azul e branco: uma constante ao longo da temporada 2010/2011
Para o treinador português seria um regresso, pois em 2004 acompanhou José Mourinho na ida para o Chelsea, juntamente com Rui Faria, Silvino, Steve Clarke e Baltemar Brito
Benfica mandou apagar as luzes do estádio mas nem assim diminuiu a festa do título
Jovem treinador enfrentou ambiente muito adverso no Estádio da Luz, onde acabaria por sagrar-se campeão
Empate do FC Porto em Alvalade ficou ainda marcado pelo momento em que Jorge Sousa expulsou André Villas-Boas
Celebrar o primeiro título de campeão enquanto treinador principal no Estádio da Luz aumentou 'mito' do ex-adjunto de Mourinho
Depois de uma época dominada pelo Benfica, a vitória portista na Supertaça deu início a um ciclo de triunfos
André Villas-Boas empunhou uma espada de samurai na apresentação do FC Porto aos sócios
André Villas-Boas venceu o duelo com Domingos Paciência na final da Liga Europa disputada em Dublin
Ao longo de vários anos Villas-Boas foi um braço-direito de José Mourinho, fã dos relatórios que fazia sobre os adversários do Chelsea
Percurso do FC Porto na Liga Europa ainda deu algumas dores de cabeça ao treinador, mas o melhor estava para vir
Treinador não hesitou em ajudar César Peixoto a levantar-se do relvado no primeiro de muitos duelos com o Benfica
Colombiano Falcão revelou-se um exímio goleador nas várias competições em que participou
Depois de uma época em que venceu a Liga, a Taça de Portugal, a Supertaça e a Liga Europa, Villas-Boas prepara-se para treinar o Chelsea
Num ano dificilmente repetível, houve uma única tristeza: derrota caseira frente ao Nacional da Madeira impediu FC Porto de seguir na Taça da Liga
Domínio no campeonato nacional ficou bem patente na goleada de 5-0 sobre o Benfica. No final do jogo, com o Estádio do Dragão tomado pela euforia, Villas-Boas cumprimentou o homólogo Jorge Jesus
Depois do apito final, André Villas-Boas foi levado em ombros pelos jogadores
Villas-Boas seguiu Mourinho na transferência para o Inter de Milão mas, farto de ter uma posição subalterna, aceitou o desafio para assumir o comando técnico da Académica na temporada 2009/2010
Inexperiência de Villas-Boas não foi obstáculo para conquistar a confiança dos jogadores do FC Porto
Talento do jovem treinador chamou a atenção do Sporting, mas foi Pinto da Costa a contratar quem começou a carreira, ainda adolescente, a fazer relatórios para Bobby Robson
Avançado brasileiro Hulk, que perdera maior parte da época anterior devido a suspensão, foi uma das armas nada secretas de Villas-Boas
Vitória em tom azul e branco: uma constante ao longo da temporada 2010/2011
Para o treinador português seria um regresso, pois em 2004 acompanhou José Mourinho na ida para o Chelsea, juntamente com Rui Faria, Silvino, Steve Clarke e Baltemar Brito
Benfica mandou apagar as luzes do estádio mas nem assim diminuiu a festa do título

André Villas-Boas aceitou a proposta do Chelsea (25 milhões de euros por cinco épocas) e vai deixar o FC Porto, clube a que estava ligado até Junho de 2013. Os ingleses, no entanto, vão ter de pagar aos portistas o valor da cláusula de rescisão, 15 milhões de euros.

A decisão de deixar o Dragão caiu que nem uma bomba junto de Pinto da Costa e dos adeptos azuis-e--brancos, que ontem chegaram a ameaçar uma manifestação à porta da residência do treinador, de 33 anos, entretanto desconvocada. Contudo, Villas-Boas mostrou que estava preocupado com a sua integridade física e, perto das 21h00, sete seguranças de uma empresa privada (Líder) entraram para o condomínio onde mora com a mulher, Joana, e as duas filhas menores.

O técnico foi visto pela última vez junto no prédio, próximo da rotunda de Bessa Leite, na manhã de ontem. "Saiu com a família e, pelo que sei, foi para casa de familiares, aqui no Porto", disse ao CM um vizinho de Villas-Boas, que pediu para não ser identificado. "Com este aparato aqui à porta e com o anúncio da manifestação dos adeptos, não me perece que volte a esta casa nos próximos dias", frisou a mesma fonte.

Por volta das 21h00, cerca de trinta simpatizantes do FC Porto aproximaram-se da porta do prédio. Um dos adeptos contou ao CM que Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, lhes pediu para deixarem o local, pois a concentração tinha sido desconvocada. Contudo, alguns permaneceram no local até às 22h00. Um deles manifestou-se indignado por o técnico deixar o clube.

"É um traidor ainda maior do que foi Mourinho. Villas-Boas era um Deus para nós e agora abandona--nos por dinheiro", disse Miguel Paços, sócio do FC Porto.

ATENTO A FALCÃO E MOUTINHO

André Villas-Boas quer levar Radamel Falcão e João Moutinho para o Chelsea, apurou o CM.

O técnico português vê no médio o motor de qualquer equipa e quer confiar-lhe nos blues as mesmas funções que tem nos dragões. De igual forma, conta com os golos do colombiano. A cláusula de rescisão de Moutinho é de 40 milhões de euros e a de Falcão é de 30 milhões.

Ontem, o colombiano deu mostras de grande surpresa no Twitter. "Será verdade? Alguém sabe algo? Eu não sei", escreveu.

HIDDINK REGRESSA AO CHELSEA

Guus Hiddink, actual seleccionador turco, pode regressar ao Chelsea, clube que treinou em 2009, para exercer outras funções, avançou ontem a imprensa inglesa.

COMUNICADO NEGA PROPOSTA

Ontem, à hora de almoço, a SAD do FC Porto enviou um comunicado à CMVM a garantir que não tinha recebido qualquer proposta que pagasse a cláusula de rescisão de Villas-Boas.

BOLSA IGNORA POSSÍVEL SAÍDA

As acções do FC Porto fecharam ontem a subir 1,27%, para 80 cêntimos. Uma valorização que indica não ter havido reacção à possível saída de André Villas-Boas.

 

FC PORTO VILLAS-BOAS TREINADOR TÉCNICO CONTRATO PROPOSTA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)