Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Contestação interna a Freitas e Paulo Bento

A sucessão de Filipe Soares Franco a António Dias da Cunha nas presidências do Sporting – clube e administração da SAD – está longe de ser pacífica.
21 de Outubro de 2005 às 00:00
Tudo porque, horas depois da solução apresentada não só aos órgãos sociais como também ao Conselho Leonino, já o projecto, ou pelo menos parte das apostas do novo líder que emergiram para a restruturação de todo o futebol, estavam a ser contestadas e, consequentemente, postas em causa. Subitamente, alegadamente pressionado através de manobras de bastidores, Soares Franco viu-se confrontado com os primeiros sinais das divergências que ainda assolam internamente o ‘leão’.
Segundo apurou o Correio da Manhã, entre alguns notáveis ‘leoninos’, incluindo personalidades com assento nos órgãos sociais, tanto a reentrada de Carlos Freitas para a direcção do futebol, como até a escolha de Paulo Bento para suceder a José Peseiro no comando técnico da equipa de futebol não foram objecto de concordância, antes pelo contrário. No fundo, e ainda que nenhum dos ‘contestatários’ assuma frontalmente a sua posição, há quem, em Alvalade, pretenda boicotar alguns dos rostos eleitos por Soares Franco para, como disse o presidente, “ganhar o campeonato”. Aliás. também por esse motivo, não foi ontem comunicada qualquer decisão acerca do comando técnico da equipa.
Neste contexto, caso o novo líder ‘leonino’ não encontre uma solução convergente e capaz de unir a família ‘verde-e-branca’, as entradas de Carlos Freitas e Paulo Bento estão mesmo em risco, até porque as mesmas assentam em alguns pressupostos de... estabilidade. Assim, restará saber se os visados aceitam os convites endereçados por Soares Franco sabendo que o terreno está... armadilhado.
E, sendo certo que o veto incide especialmente sobre Carlos Freitas, mal amado por alguns sectores do clube, a verdade é que a promoção de Paulo Bento, sabe o CM, está intimamente relacionada com a chegada do novo director-geral. É certo que o técnico até já se despediu da equipa júnior, o que indicia a aceitação do cargo que entretanto lhe foi proposto, mas apenas deverá estar disponível para assumir funções como treinador principal se Carlos Freitas estiver na direcção do futebol.
A confirmar-se este cenário, o projecto de Filipe Soares Franco está em risco de ruir à nascença, desconhecendo-se, contudo, qual a posição do presidente face aos críticos.
Certo é que à hora de fecho desta edição, ainda Soares Franco e alguns responsáveis se encontravam reunidos, então a avaliarem os mais recentes episódios. Destas reuniões podem resultar as decisões para o futuro imediato do Sporting.
DIAS DE ACUNHA ACUSA DUQUE
Dias da Cunha considerou Luís Duque responsável pelos desacatos ocorridos na Assembleia Geral do Sporting, realizada no passado dia 30 de Setembro, protagonizados por elementos supostamente ligados à Juventude Leonina. Os ataques do ex-presidente foram feitos na reunião do Conselho Leonino de quarta-feira passada, destinada a discutir a crise do Sporting. Já demissionário, Dias da Cunha começou por abordar a questão das claques de forma genérica, considerando “os energúmenos” um perigo que o Sporting deve ter em conta e controlar. Mas também disse que não agem de forma “ voluntária”. Assim, alertou os dirigentes que agora ficam à frente do Sporting para o perigo de as claques estarem a ser manipuladas por terceiros de forma a condicionarem os órgãos sociais. Aconselhou mesmo a que fossem tomadas medidas “contra essa gente”, num apelo ao Conselho Disciplinar. E acabaria por nomear Luís Duque, considerando que o ex-dirigente esteve na origem dos incidentes da AG. Contactado pelo CM, Luís Duque refere apenas que não esteve presente na reunião do Conselho Leonino de quarta-feira porque, por motivos pessoais, se encontrava fora de Lisboa.
SOLTAS 'LEONINAS'
ADEUS DE P. BENTO
Paulo Bento reuniu ontem de manhã toda a equipa de juniores do Sporting, aproveitando para informar os jogadores sobre o convite recebido para treinar a equipa principal do Sporting. O encontro pode ter servido para o técnico se despedir da equipa que levou na última época ao título de campeã nacional.
ADJUNTOS NA CALHA
Paulo Bento, caso se confirme a sua promoção, poderá levar consigo para o plantel principal a equipa técnica que o tem coadjuvado nos juniores. A saber: Leonel Pontes, como adjunto, e Ricardo Peres, para treinador de guarda-redes. Mas há outras possibilidades em carteira.
OCEANO CONVIDADO
Segundo garantiu ontem à Antena 1, Paulo Bento, a confirmar-se ser este o sucessor de José Peseiro, pretende contar com a ajuda de Oceano, nas funções de técnico adjunto, e também do preparador físico João Aroso, actualmente com Fernando Santos, no AEK.
A concretizar-se a entrada deste último, tratar-se-ia de um regresso a Alvalade.
LITOS DESCARTADO
O regresso de Litos a Alvalade, para assumir as funções de adjunto de Paulo Bento está descartado. Neste momento, e apesar dos responsáveis terem equacionado a sua contratação, as baterias dos ‘leões’ estão já apontadas noutra direcção.
ACÇÕES SOBEM
As acções da Sporting, SAD, fecharam ontem o dia cotadas a 2,77 euros, o que representou uma subida de 0,36 por cento em relação à sessão anterior. Mas, antes do fecho, os títulos ‘leonino’, no dia que se seguiu ao anúncio da subida à presidência de Filipe Soares Franco, chegaram a estar a perder 3,62 por cento, quando eram 13h25.
Ver comentários