Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Futebolista morre em campo um dia depois de ter admitido essa possibilidade

Papy Faty, que jogava na Suazilândia, morreu de ataque cardíaco.
25 de Abril de 2019 às 22:52
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty
Papy Faty, jogador de futebol do Malanti Chiefs, da Suazilândia, morreu esta quinta-feira em campo vítima de uma paragem cardíaca, apenas um dia depois de ter dado uma entrevista a um jornal onde admitia essa possibilidade.

Faty, de 28 anos, natural do Burundi, tinha sido avisado pelos médicos que tinha um problema cardíaco e que, portanto, deveria parar de jogar futebol.

O jogador foi entrevistado e confessou a existência do problema, bem como o aviso que recebeu. Um dia depois, no jogo com o Green Mamba, caiu inanimado em pleno relvado e acabou mesmo por morrer.
Papy Faty Suazilândia Malanti Chiefs Green Mamba Burundi desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)