Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Liverpool vence M.City por 3-2

Grande jogo de futebol, com vários golos, emoção e incerteza no resultado. "Reds" arrancam para o título, 24 anos depois.
13 de Abril de 2014 às 15:32
Sterling a rematar para o 1-0
Sterling a rematar para o 1-0 FOTO: EPA / PETER POWELL

Manchester City e Liverpool entravam em campo - como de resto o fizeram todas as equipas nesta 34ª ronda da Premier League - exatamente 7 minutos depois da hora, de modo a homenagear as 96 vítimas de Hillsborough. Naquele trágico jogo entre Liverpool e Notthingam Forest, em 1989.

Era, sem dúvida, um dos jogos do ano. Os "reds" eram primeiros, com 74 pontos; os "citizens" estavam na terceira posição, com 70 pontos, mas menos 2 jogos.

Entrou a todo o gás o Liverpool, num Estádio de Anfiel Road lotado. Suarez, com um passe mágico, e Sterling, com tempo para tudo, a enganar toda a defesa do City e a fazer o 1-0. Estavam passados apenas 6 minutos do primeiro tempo. Era a loucura. Há precisamente 24 anos que o Liverpool não sabe o que é vencer o campeonato.

A meio da primeira parte o Liverpool poderia ter chegado ao golo. Gerard cabeceou, mas Joe Heart fez uma grande defesa para canto. Só que na sequência dessa bola parada, a equipa da casa marcou mesmo. Quase tirado a papel químico do lance do capitão Steven Gerard, desta vez foi Martin Skrtl a cabecear ao primeiro poste e o 2-0 estava feito, nada havia a fazer.

A melhor oportunidade para os visitantes aconteceu pouco antes do apito para o descanso. Mignolet, guardião dos "reds", largou a bola, mas os jogadores do City não conseguiram finalizar. Houve até cortes em cima da linha, mas o esférico não entrou. Logo a seguir, nova oportunidade para os "citizens". Fernandinho, à entrada da área, a rematar com força, mas Mignolet teve uma boa intervenção.

O intervalo chegava então com vantagem do Liverpool por 2-0 no placard.

Na segunda metade, o Manchester City entrou com outra atitude. David Silva fez o golo que reduzia a diferença no marcador em 2-1, aos 56 minutos. Foi um bom cruzamento de James Milner, para trás, e o espanhol só teve de encostar.

Os forasteiros estavam a carregar e o 2-2 surgiu com naturalidade pouco depois. Uma grande confusão na área do Liverpool, e David Silva acaba por cruzar contra o pé de Johnson e a bola a trair Mignolet. O City estava agora por cima do encontro. 

A 15 minutos do fim, mais uma grande chance para o City. David Silva por pouco não chegava a uma bola de Aguero. A baliza estava aberta e seria a reviravolta.

Não marcou o City, acabou por ser letal a equipa da cidade dos Beatles. Filipe Coutinho, camisa 10, num potente remate a bater Joe Heart pela terceira vez na tarde e a marcar, agora sim, o 3-2. Festa incrível em Anfield e o triunfo estava perto.

Houve ainda tempo para uma expulsão de vermelho direto. Jordan Henderson, com uma entrada duríssima sobre Nasri, a ir para o balneário alguns minutos mais cedo do que os companheiros.

O Liverpool venceu, continua na liderança e aumentou para 7 pontos a distância para o City (menos 2 jogos).

liverpool manchester city futebol premier league
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)