Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Pai de Lionel Messi chega a Barcelona para negociar desvinculação do filho

Jogador argentino informou na semana passada o FC Barcelona da intenção de querer deixar o clube.
Lusa 2 de Setembro de 2020 às 12:12
Jorge Messi, pai de Lionel Messi
Messi
Messi
Messi
Jorge Messi, pai de Lionel Messi
Messi
Messi
Messi
Jorge Messi, pai de Lionel Messi
Messi
Messi
Messi
O pai e agente de Lionel Messi, Jorge Messi, chegou esta quarta-feira a Barcelona para negociar o futuro do jogador argentino, que na semana passada informou o FC Barcelona da intenção de querer deixar o clube.

Lionel Messi, de 33 anos, que fez toda a sua carreira de profissional no FC Barcelona, pediu a desvinculação, mas o clube quer que o argentino cumpra o ano que lhe resta de contrato e remete para a cláusula de rescisão de 700 milhões de euros.

O argentino alega que o seu contrato tem uma cláusula que lhe permite sair a custo zero no final da temporada, mas o clube diz que essa disposição expirou em junho, pelo que o jogador está vinculado até junho de 2021 ou, se sair, terá que pagar a rescisão.

Outra leitura têm os representantes de Lionel Messi, que afirmam que o jogador foi aconselhado a invocar a cláusula de rescisão para poder deixar o clube porque este ano o final da temporada foi adiado devido à pandemia de covid-19.

O FC Barcelona adianta que não vai facilitar a saída do seu capitão Lionel Messi e apenas aceita negociar uma prorrogação do contrato. O clube ofereceu ao argentino uma prorrogação de dois anos, que o manteria em Barcelona até à época 2022/23.

Jorge Messi deverá reunir-se hoje com o presidente do FC Barcelona, Josep Maria Bartomeu, para negociar um acordo para a rescisão do contrato do jogador, mas o clube catalão também gostaria de se encontrar com Lionel Messi para tentar que mude de ideia.

O FC Barcelona disse que tem feito de tudo para tentar convencer Lionel Messi a encerrar a carreira no clube onde começou há quase 20 anos, mas o número 10 'blaugrana' tem evitado contactos desde que anunciou a sua intenção de sair.

A goleada por 8-2 sofrida pelo FC Barcelona frente ao Bayern Munique, nos quartos de final da Liga dos Campeões, em 14 de agosto, que encerrou uma época difícil do clube, sem qualquer título, terá contribuído para a decisão de Lionel Messi.

O argentino, que durante a temporada falou abertamente contra os dirigentes do clube, não se apresentou no regresso da equipa aos treinos, na segunda-feira, e ignorou também, no domingo, a realização dos testes de coronavírus exigidos ao plantel.

APS // PFO

Lusa/Fim

Jorge Messi Lionel Messi Barcelona FC Barcelona desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)