YANNICK SEGUROU A SUBIDA DO ALVERCA

Em apenas um ano, a formação do Alverca conseguiu reestruturar a sua equipa e garantiu o regresso à SuperLiga, após fazer uma época em tudo exemplar. Depois do desalento da descida em 2002, a época de 2003 fica marcada pelo regresso dos ‘touros’ ao principal escalão do futebol nacional.
27.05.03
  • partilhe
  • 0
  • +
Um feito que o guarda-redes francês Yannick, considera uma verdadeira proeza, atendendo ao nível de uma cada vez mais competitiva II Liga.
“É uma proeza muito grande uma equipa ser despromovida e conseguir dar a volta na época seguinte, regressando à SuperLiga em apenas um ano. Esta subida é ainda mais agradável porque a II Liga está cada vez mais competitiva, com muitos clubes a lutarem até às últimas jornadas pela promoção”, confessou ao Correio da Manhã o guardião francês do Alverca.
Apesar da enorme concorrência e do valor das equipas que militam no escalão secundário do futebol português, o Alverca tem a defesa menos batida na prova, um feito que Yannick faz questão de partilhar com os seus colegas de equipa. “Não é só mérito do Yannick. Toda a equipa contribuiu para que o Alverca conseguisse ter a defesa menos batida da II Liga. Quero agradecer o trabalho feito pelos meus colegas, porque ao contrário do que aconteceu na época passada, tive muito menos trabalho graças ao empenho e esforço deles”, confessou Yannick.
Relativamente ao seu futuro, o guarda-redes gaulês, que esteve bem perto de ingressar no Benfica há duas épocas, diz que tem mais um ano de contrato com o Alverca e que espera ajudar os ribatejanos a fazerem uma boa campanha na SuperLiga: “Ainda tenho um ano de contrato e conto ficar até ao final da próxima época para ajudar o Alverca. Creio que a experiência de alguns jogadores que já jogaram na SuperLiga vai ser muito útil para que a equipa tenha uma época tranquila no próximo ano”.
treinador da nova geração
Não foi apenas a mudança de atitude da equipa que permitiu ao Alverca regressar ao convívio das equipas primodivisionárias. De acordo com Yannick, o trabalho efectuado pelo técnico José Couceiro, que conseguiu recuperar um plantel em crise após uma época desastrosa que culminou na descida de divisão, também foi preponderante.
“É inegável que o José Couceiro é um grande treinador. Não só pelos cursos que fez e por toda a formação que teve, mas sobretudo pela forma como se relaciona com cada elemento do plantel. Ele já trabalhava no clube e já nos conhecia bem. É um treinador jovem, moderno, que faz parte desta nova geração de técnicos que está a surgir. Trouxe ideias novas, uma forma diferente de trabalhar e o grupo assimilou muito bem estes métodos”, concluiu o jogador francês.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!