Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Jorge Mendes vende Bruno Fernandes

Clube recorreu ao agente português para agilizar a venda do jogador até à próxima quinta-feira.
Mariana Águas e Sara Guterres 2 de Agosto de 2019 às 01:30
Bruno Fernandes
Bruno Fernandes
Bruno Fernandes
Bruno Fernandes
Bruno Fernandes
Bruno Fernandes
O Sporting recorreu a Jorge Mendes para desbloquear a venda de Bruno Fernandes até à próxima quinta-feira, dia em que fecha o mercado em Inglaterra, mas nunca por menos de 70 milhões de euros, apurou o Correio da Manhã.

A ‘aproximação-relâmpago’ entre o clube e o agente português surge depois de falhada uma ronda negocial com o Tottenham. Emissários do clube inglês estão em Lisboa para negociar diretamente com Frederico Varandas, que recusou esta quinta-feira uma proposta a rondar os 60 milhões de euros.

Esta foi a segunda tentativa do Tottenham de levar Bruno Fernandes para Londres. Dias antes, Miguel Pinho, empresário do jogador, já tinha apresentado à SAD leonina uma proposta dos ‘spurs’ a rondar os 45 milhões. Apesar das tentativas falhadas, o clube está determinado a garantir o médio e prepara uma nova ronda negocial.

Jorge Mendes surge agora como facilitador e pode ser a peça-chave para desbloquear a venda do internacional português para Inglaterra pelo valor exigido: 70 milhões de euros. O agente mantém boas relações com vários clubes ingleses e também com o empresário de Bruno Fernandes. O CM sabe que a saída está iminente.

Na corrida continua o Manchester United, que ainda não fez chegar nenhuma proposta formal a Alvalade.

O CM sabe que Jorge Mendes esteve esta quinta-feira reunido com responsáveis dos ‘red devils’ devido a vários processos, um dos quais o de Bruno Fernandes.

O CM contactou fonte oficial do Sporting que fez saber que o clube não comenta assuntos relacionados com o mercado de transferências.

Robertone à espera da saída de Bruno
Robertone, médio do Veléz, pode colmatar a eventual saída de Bruno Fernandes. O jogador tem uma cláusula de 10 milhões de euros, mas a SAD leonina acredita que pode fechar o negócio por oito milhões de euros.

Por ser campeão, Benfica reúne maior favoritismo?
Carlos Anjos

Penso que não. Num jogo entre Sporting e Benfica, por norma, o favorito é aquele que joga em casa. Neste caso não é isso que acontece, já que o jogo é no Algarve.

Ainda para mais, um jogo que se realiza no início da época, em que este é precisamente o primeiro jogo oficial, quando as equipas ainda estão numa fase muito inicial da temporada, com pouca competição e sem rotinas.

Não há favoritos. O desejo é que seja um bom jogo de futebol, com uma boa arbitragem e que ganhe o melhor, sendo que esse é de certeza o Sporting.
Jorge Mendes Bruno Fernandes Sporting Inglaterra Correio da Manhã Tottenham
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)