Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Consumo puxa pela economia

Famílias estão a gastar mais em carros.
Cristina Rita 1 de Setembro de 2015 às 01:00
A compra de carros pesou na subida do consumo privado
A compra de carros pesou na subida do consumo privado FOTO: Vítor Mota
O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1,5 por cento entre abril e junho de 2015, com a procura interna a crescer 3,4 pontos percentuais, um sinal claro do aumento do consumo das famílias – que contribuiu com 0,8 pontos percentuais para a variação em cadeia do PIB.

Quanto ao desemprego, os números de julho situaram-se nos 12,1%, uma descida de 0,2 pontos percentuais face a junho.

Entre junho e julho, Portugal teve cerca de menos cinco mil desempregados. Ainda assim, as contas finais revelam que havia cerca de 625 mil pessoas sem trabalho em julho, segundo avançou ontem o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Com o desemprego a desacelerar, o consumo das famílias tem dado sinais de crescimento desde o início do ano. No segundo trimestre, aumentou 3,3%, com particular destaque para a despesa em bens duradouros, em que se enquadra, por exemplo, a compra de automóveis.

Por outro lado, aumentaram ainda o volume de negócios das portagens nas autoestradas e as vendas de combustíveis, sobretudo de gasóleo.

O Estado também está a gastar mais, por comparação entre o período de janeiro a março e o de abril a junho: passou de -0,4 por cento para 0,5 por cento.

O investimento privado também disparou, de 1,7 para 7%, para o qual contribuiu o reforço dos stocks nas empresas.

As importações cresceram 12,3% em termos homólogos, enquanto as exportações passaram dos 6,6 para os 7,8%. O PS já veio dizer que o Governo estimou o dobro do crescimento revelado pelo INE e que a população ativa está a diminuir pelo "15º trimestre".

Clique para aceder à rubrica com a opinião de Octávio Ribeiro, diretor do CM, sobre este tema: A onda inexorável


consumo economia famílias carros PIB desemprego
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)