Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
6

Atacado com caneta por ressonar em voo

Mulher é expulsa do avião após ataque.
P.Z.G. 18 de Abril de 2015 às 12:37
Lenny Mordarski mostrou as marcas deixadas pelo ataque com uma esferográfica
Lenny Mordarski mostrou as marcas deixadas pelo ataque com uma esferográfica FOTO: DR

Um voo da companhia Southwest Airlines, que partiu de Chicago, EUA, com destino a New Hampshire, foi obrigado a voltar ao terminal para expulsar uma mulher que atacou o passageiro ao seu lado com uma caneta, por alegadamente este estar a ressonar.

De acordo com o canal de televisão ABC Chicago, Lenny Mordarski, a vítima do ataque, acordou a gritar com dores, o que chamou a atenção das assistentes de bordo. "Juro que não o ouvi ressonar. Ele [Mordarski] deixou-se dormir e, quando o braço dele roçou no da senhora que ia ao lado, ela passou-se e perfurou-o uma série de vezes com uma esferográfica", conta um amigo de Lenny que viajava ao lado e assistiu a tudo.

A mulher, que quis manter o anonimato, terá dito às autoridades que "estava a tentar que o passageiro do lado parasse de ressonar" e foi prontamente expulsa do avião, tendo seguido viagem noutro voo da companhia norte-americana.

Lenny Mordarski acabou a viagem a rir-se do insólito ataque do qual foi alvo. "Ofereceram-me gin tónico. A tripulação foi extremamente simpática e ainda fizeram piadas comigo", contou.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)