Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
6

Jovem de 16 anos diagnosticada com menopausa

Foram precisos quatro anos para os médicos conseguirem perceber o que se passava com a adolescente.
27 de Maio de 2018 às 14:59
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham
Keeley Witham tinha cerca de 12 anos quando começou a ter os primeiros sintomas de que algo não estava bem. Enxaquecas, alterações de humor, aumento de peso, e desmaios diários eram apenas alguns dos primeiros sinais de uma condição que só foi devidamente diagnosticada aos 16 anos. 

Até então, a adolescente sofria com cansaço extremo e foi submetida a dezenas de exames, incluindo de gravidez, pelos médicos que levaram cerca de quatro anos a diagnosticar o problema. 

"Eu ainda nem sequer tinha a menstruação e todos os meus outros sintomas permaneciam. O meu médico chegou a sugerir que eu pudesse estar grávida", lembra a mulher, agora com 30 anos.

"Lembro-me de jurar à minha mãe que ainda era virgem! Quando tinha 14 anos, fui obrigada a fazer nove testes de gravidez", acrescenta.

Após anos de angústia por não saber o que se passava, Keeley foi informada pelos clínicos de que estava a passar por uma menopausa precoce, provavelmente desde os 11 anos quando teve a primeira menstruação, e que poderia nunca vir a ter filhos. 

A menopausa precoce significa que existe uma grande possibilidade de que a paciente possa nunca conseguir engravidar pois o corpo deixou de produzir as hormonas que permitem a gestação.

Os médicos disseram à mulher que as suas únicas hipóteses poderiam ser ou adoção, barriga de aluguer ou fertilização in vitro com um óvulo doado. Além desta incapacidade, a ausência de estrogénio ao longo dos anos fez com que a sua densidade óssea baixasse abruptamente e tenha assim um maior risco de partir um braço, perna ou qualquer osso do seu corpo. 

Keeley foi uma das raparigas mais jovens do Reino Unido a ter menopausa precoce. 

Atualmente encontra-se grávida de cinco meses depois de se ter submetido a uma fertilização in vitro com um óvulo doado.
Reino Unido Keeley Witham médico saúde menopausa precoce
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)