Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
1

Morreu o cão mais velho do mundo

Cadela Maggie the Kelpie tinha 30 anos e vivia na Austrália.
J.C.M. 18 de Abril de 2016 às 17:00
Cadela Maggie era especialista em guardar gado numa quinta australiana
Cadela Maggie era especialista em guardar gado numa quinta australiana FOTO: Facebook

É o equivalente a um ser humano viver 200 anos. A cadela Maggie The Kelpie morreu numa quinta do estado de Victoria, na Austrália, com a bonita idade de 30 anos. 

O dono acredita que era o canino mais velho ainda vivo no planeta. Brian McLaren contou ao jornal local The Weekly Times que "ela ainda estava bem de saúde".  "Na semana passada, corria do estábulo para os escritórios e brigava com os gatos".

A saúde da cadela comçou a deteriora-se há três dias e o animal acabou por morrer este domingo. O dono sublinha que o animal morreu sem sofrimento. A cadela era da raça Kelpie, especializada em guardar gado, que surgiu na Austrália a partir de raças britânicas. Maggie ganhou fama na Austrália no final de 2015, quando completou 30 anos de vida.

McLaren perdeu os papéis que certificam a data de nascimento de Maggie, mas garante que esta tinha mesmo 30 anos. O jornal britânico The Independent lembra que o livro do Guiness aponta Bluey, um cão australiano que viveu 29 anos, como o mais velho alguma vez registado. Morreu em novembro de 1939.



Maggie the Kelpie cão mais velho cadela morreu
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)