Sub-categorias

Notícia

Mulher é violada por ex-polícia viciado em sexo

Paul Rodgers editou o vídeo para que parecesse consensual e enviou aos amigos.
17.05.18

Paul Rodgers, de 29 anos, foi condenado a sete anos de prisão após ter violado uma mulher embriagada, em Leicestershire, Inglaterra, e ter-lhe feito acreditar que era o rapaz de quem gosta em julho de 2016. O ex-polícia filmou toda a agressão e, antes de enviar aos amigos, editou o vídeo para que parecesse ter sido consensual.

O homem foi descrito em tribunal como alguém "viciado em sexo" e com presença assídua em clubes de swing, segundo avança o jornal The Sun.

No julgamento foi apresentado um áudio de uma gravação não editada do crime, na qual se podia ouvir a vítima a dizer o nome de outro homem e questionar se era mesmo o rapaz de quem gostava ou não.  

"A mulher estava extremamente vulnerável na noite em que o ataque ocorreu. O réu sabia claramente que a vítima achava ser outro homem. Ele continuou com a agressão porque queria fazer sexo com ela, independentemente do consentimento, e ainda fez uma gravação", destacou o procurador Luke Blackburn em tribunal.

Além dos sete anos de prisão, Rodgers foi obrigado a registar-se como predador sexual.

pub

pub