Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
7

Cientistas afirmam que a guerra na Ucrânia será causa do aumento de mortes de golfinhos

Cerca de oitenta golfinhos deram à costa turca desde o início do conflito.
Correio da Manhã 10 de Maio de 2022 às 17:10
Golfinhos
Golfinhos FOTO: Getty Images

Desde o início das invasões russas, a Turquia tem registado um aumento de golfinhos mortos que dão à costa do Mar Negro. Cerca de oitenta animais foram encontrados morto junto à costa da Turquia e, de acordo com a Fundação Turca de Pesquisa Marinha (Tudav), este é um "aumento extraordinário". Os cientistas afirmam que a principal causa é a guerra na Ucrânia.

Os investigadores acreditam que o aumento da poluição sonora no norte Mar Negro, causada pelos navios da marinha russa, pode estar a alterar a rota dos golfinhos, levando-os para a costa da Bulgária e da Turquia. Segundo o jornal The Guardian, os cientistas dizem que a quantidade de golfinhos encalhados ou capturados nas redes de pesca não é comum.

O acontecimento é descrito pela Academia Nacional de Ciências da Ucrânia como um "trauma acústico", o ruído subaquático permanente pode não matar diretamente os animais mas pode perturbá-los. Ao sentirem a forte poluição sonora, os golfinhos nadam para territórios desconhecidos para tentar evitar os ruídos, dizem os cientistas.

 "Não temos provas sobre o que os sons de baixa frequência podem causar no Mar Negro porque nunca vimos tantos navios e tanto barulho por tanto tempo  – e a ciência exige sempre provas", afirma um investigador turco.

As investigações têm mostrado que cerca de metade dos golfinhos ficam presos em redes de pesca, no entanto, a causa da morte dos restantes animais é desconhecida.

Os cientistas da Tudav dizem que a falta de informação e de protocolos para proteger os mamíferos marinhos está a prejudicar as investigações, bem como o rastreio dos golfinhos que estão em maior risco.

Ver comentários