Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Filho de meio-irmão de líder norte-coreano assassinado publica vídeo na Internet

Jovem revela que família de Kim Jong-Nam se encontra em segurança.
8 de Março de 2017 às 07:46
Filho de irmão de lider norte-coreano assassinado publica vídeo na internet
A Coreia do Sul confirmou esta quarta-feira que o filho de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder norte-coreano assassinado na Malásia, publicou um vídeo na Internet no qual disse desejar que a "situação melhore em breve".

"O meu nome é Kim Han-sol, sou da Coreia do Norte. Faço parte da família Kim e este é o meu passaporte", diz em inglês o jovem, que se estima ter 21 anos, num vídeo de apenas 40 segundos divulgado no Youtube.

O Serviço Nacional de Inteligência confirmou à agência de notícias sul-coreana Yonhap, que se trata do filho de Kim Jong-nam e que acredita que foi o próprio a colocar as imagens na Internet.

No entanto, a página do passaporte que o jovem Kim mostra no ecrã e que alegadamente mostra a sua identidade aparece censurada.

"O meu pai foi assassinado há alguns dias. Agora estou com a minha irmã e com a minha mãe e estamos muito agradecidos a (...)", continua Kim, cujas palavras de agradecimento aparecem censuradas novamente durante vários segundos.

"(...) E esperamos que toda esta situação melhore em breve", disse o jovem, que estudou em Paris, no final das imagens.

O vídeo surge num canal chamado "Cheollima Civil Defense", um misterioso grupo que assegura que atendeu uma chamada de emergência "dos sobreviventes da família Kim" para os proteger.

Os três membros da família foram "instalados num local seguro", continua antes de afirmar que "será o primeiro e último comunicado em relação ao assunto" e que "a atual localização da família não será revelada".

As três pessoas a que faz referência serão Kim Han-sol, a sua irmã Sol Hui, de 18 anos, e a mãe de ambos e segunda mulher de Kim Jong-nam, Lee Hye-kyong.

Os três viviam alegadamente em Macau, um dos lugares de residência de Kim Jong-nam nos últimos anos.

O grupo manifesta na Internet a sua gratidão pela "assistência humanitária de emergência" para a família aos governos da Holanda, e em concreto a A.J.A. Embrechts, o seu embaixador para a Península Coreana, China, Estados Unidos e "um quarto Governo que não será mencionado".

Kim Jong-nam, meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi assassinado, a 13 de fevereiro, por duas mulheres que, segundo as autoridades malaias, lançaram veneno VX contra o seu rosto, provocando a sua morte poucos minutos depois.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)