Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

A fotografia que mostra o aquecimento global na Gronelândia

Cientistas concordaram que, embora a imagem fosse surpreendente, não era inesperada.
18 de Junho de 2019 às 18:32
A fotografia que mostra o aquecimento global na Gronelândia
A fotografia que mostra o aquecimento global na Gronelândia FOTO: Twitter

Steffen Olsen, investigador climático no Instituto Meteorológico Dinamarquês, divulgou uma fotografia nas redes sociais, em que se pode ver como os enormes blocos de gelo da Gronelândia se tornaram num longo lago de água gelada. Os cientistas concordaram que a imagem, embora surpreendente, não era inesperada.

A fotografia tirada a 13 de junho por Steffen Olsen mostra vários cães a puxar um trenó em Inglefield Bredning, localizado a noroeste da Gronelândia. O cientista que tirou a fotografia revelou que os caçadores e pescadores locais ficaram surpresos ao encontrar tanta água e tanto gelo. 

Steffen Olsen alertou para o perigo de circular naquele terreno uma vez que a camada de gelo se encontra extremamente fina. Apesar de o verão estar a chegar, as temperaturas máximas rondam os 3,2 graus Celsius, na região em questão.

"Na semana passada, registaram-se temperaturas muito quentes na zona da Gronelândia e em grande parte do Ártico, impulsionadas pelo ar mais quente vindo do sul", justificou o cientista, de modo a conseguir explicar o acontecimento.

Até o presidente do governo de Espanha partilhou a fotografia com a seguinte descrição: "Esta imagem coloca diante de nossos olhos a emergência que enfrentamos. Os governos e a sociedade devem trabalhar juntos para conter as consequências da crise climática, alcançá-la nas nossas mãos, não podemos dar um passo atrás".

Todos os anos, investigadores do IMD – Instituto Meteorológico da Dinamarca – deslocam-se ao noroeste da Gronelândia para assim instalarem instrumentos que consigam controlar o gelo marinho na região.

Antes da chegada do tempo mais quente e para que seja evitado que o gelo derreta, os especialistas regressam ao local para a recolher equipamentos deixados pelo oceano.

Os sinais da mudança climática são cada vez mais evidentes. Temperaturas acima da média na maior parte do Ártico e da Gronelândia durante o mês de maio fizeram com que o gelo derrete-se mais cedo que o normal.




Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)