Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Bombeiros "heróis" que combateram chamas de Notre Dame detidos por violação de jovem

Estudante de 20 anos diz ter sido atacada pelo grupo depois de aceitar ter relações sexuais com um bombeiro de folga.
7 de Maio de 2019 às 07:51
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Seis bombeiros franceses aclamados como "heróis" no dia em que ajudaram a combater as chamas que destruíram parcialmente a Catedral de Notre Dame, em Paris, França, foram detidos devido a uma alegada violação de uma turista, avança o jornal Mirror.

Uma jovem estudante escandinava de 20 anos diz ter sido atacada pelo grupo depois de ter aceitado ter relações sexuais com um bombeiro, que estava de folga, na passada sexta-feira.

A notícia abalou os bombeiros da capital francesa que tinham sido aclamados como heróis na sequência do combate às chamas que consumiram Notre Dame.

Fonte próxima da investigação revela que a jovem "diz ter sido atacada". Conheceu um bombeiro, que estava de folga, num bar, mas o ataque acabou por acontecer no quartel dos bombeiros, avança a mesma publicação. 

O quartel onde a violação terá ocorrido, a poucos quilómetros da Catedral de Notre Dame, já está a ser analisado pela polícia forense. Todos os seis suspeitos foram detidos ainda no fim-de-semana e esta segunda-feira foram presentes a juiz, que iniciou uma investigação criminal.

Os operacionais foram todos suspensos. Em janeiro, dois polícia de Paris foram condenados a sete anos de prisão por violar uma turista do Canadá numa sala ao lado da Catedral de Notre Dame.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)