Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

China defende que países ricos devem honrar compromissos

Xi Jinping disse que os países pobres não devem ter de sacrificar o seu crescimento económico.
30 de Novembro de 2015 às 16:05
Xi Jinping falava na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21)
Xi Jinping falava na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21) FOTO: EPA

O Presidente chinês Xi Jinping apelou esta segunda-feira aos países desenvolvidos para que honrarem os seus compromissos de financiamento de 100 mil milhões de dólares por ano aos países em desenvolvimento para enfrentarem as alterações climáticas. 

Xi Jinping, que falava na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), a decorrer até 11 de dezembro, em Paris, referiu que os países desenvolvidos devem aceitar "mais responsabilidades partilhadas" no objetivo de limitar a subida da temperatura média do planeta e ajudar as nações mais pobres na adaptação às mudanças climáticas. 

"Também é importante que tecnologias amigas do clima sejam transferidas para os países em desenvolvimento", acrescentou.

Na conferência do clima realizada em Copenhaga em 2009 foi decidido que os países ricos iriam contribuir com 100 mil milhões de dólares anuais para financiar os mais pobres na mitigação e adaptação às alterações climáticas, na redução das emissões de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aumento da temperatura do planeta, e nas formas de enfrentarem a subida do nível do mar, as secas e outros impactos.

A China e os EUA comprometeram-se a trabalhar juntos para combater o aquecimento global, e Xi Jinping disse que os países pobres não devem ter de sacrificar o seu crescimento económico.

Ver comentários