Cientistas detetam sinais de rádio de uma galáxia longínqua

Não é conhecida a origem do sucedido. É proveniente de um local a 1,5 mil milhões de anos-luz.
10.01.19
Um grupo de cientistas detetou sinais de rádio provenientes de uma galáxia longínqua, na Colúmbia Britânica, no Canadá. Não se sabe qual a origem destas repetições, conhecendo-se apenas que vêm de um local a 1,5 mil milhões de anos-luz do Planeta Terra.

As informações foram reveladas pelo The Independent. Entre as hipóteses da proveniência do sinal está uma explosão de estrelas ou algo emitido por extreterrestres. Contudo, é muito difícil os especialistas terem a certeza do que provocou as explosões rápidas de rádio.

Esta é a segunda vez que estes sinais são detetados. "Até ao momento só se conhecia uma explosão rápida conhecida. Saber que há outra sugere que possam ainda haver mais. E com mais fontes para estudo somos capazes de entender estes puzzles cósmicos - e o que os causa", explicou Ingrid Stairs, uma das astrofísicas que pertence à equipa que fez a descoberta. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!