Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália

Taylor é uma springer spaniel inglês de quatro anos que foi treinada para encontrar animais em perigo desde pequena.
Correio da Manhã 16 de Janeiro de 2020 às 10:04
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Conheça Taylor, a cadela que salvou oito coalas nos incêndios na Austrália
Os incêndios na Austrália já causaram a morte de centenas de animais, incluindo coalas e cangurus. Mas tem andado no terreno uma socorrista de quatro patas que já localizou oito coalas e permitiu que fossem levados para um abrigo, onde ficaram sãos e salvos.

Taylor é uma springer spaniel inglês de quatro anos que foi treinada para encontrar animais em perigo desde pequena, desde coalas a gatos, passando pelas raposas e os coelhos. "Ela está treinada para farejar o pêlo e os dejetos dos animais. Quando as condições são perfeitas, ela fareja o cheiro dos animais, senta-se debaixo da árvore onde eles estão e aponta para cima", explica à Reuters Ryan Tate, treinador de Taylor. 

Já quando as condições são mais difíceis, como é o caso de situações de incêndio, Taylor encontra dejetos recentes e avisa para que a equipa saiba que tem de olhar para cima para localizar os coalas por entre as folhagens. Nos últimos meses, Taylor ajudou no resgate de oito coalas, que estão agora em abrigos ou em habitats seguros. 

Para além dos coalas, Taylor consegue localizar outros tipos de animais, mas sabe que tem de se concentrar num de cada vez. "Ela sabe, através das palavras que eu lhe digo, do equipamento que trago ou de quem está a trabalhar comigo, qual é o tipo de animal de que andamos à procura", continua Ryan Tate. "Isto significa que consegue ignorar as raposas quando andamos à procura de coalas e vice-versa." 

No caso dos coalas, Taylor responde ao comando "Coala! Busca!" e arranca logo, de cauda a abanar, à procura de coalas. Como se pode ver no vídeo acima, assim que Taylor encontra uma animal senta-se ao lado da árvore onde o animal está escondido e aponta com o focinho para cima. Depois da tarefa cumprida, é recompensada com a sua brincadeira favorita, apanhar bolas de ténis no ar.
Taylor Austrália Ryan Tate questões sociais acidentes e desastres
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)