Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Detidos na Grécia quatro suspeitos de terrorismo

Jornais gregos dizem que os detidos são suspeitos de planearem ataque na Bélgica.
17 de Janeiro de 2015 às 20:03
Polícia belga fez várias operações antiterrorismo esta quinta-feira e desmantelou rede que planeava ataque
Polícia belga fez várias operações antiterrorismo esta quinta-feira e desmantelou rede que planeava ataque FOTO: EPA

A polícia grega deteve este sábado em Atenas quatro pessoas de origem árabe, relacionadas com a célula 'jihadista' desmantelada na quinta-feira na Bélgica, foi revelado pela imprensa local.

De acordo com órgãos de comunicação social, citados pela agência France-Presse, entre os detidos encontra-se um homem de 27 anos que tudo indica ser o responsável maior da célula e que, a partir da Grécia, mantinha contato regular com o grupo de Verviers, cidade belga. 

De acordo com as informações deste sábado, o homem é um cidadão belga de origem marroquina e chama-se Abdelhamid Abaaoud, conhecido como Abu Omar Sussi.

O suspeito partiu para lutar no Estado Islâmico na Síria e reside atualmente na Grécia. Sobre os três restantes detidos, não há ainda informações de relevo, e não é claro que estes sejam 'jihadistas', disse fonte policial.

Autoridades belgas desmentem ligação a célula 'jihadista'

As autoridades belgas desmentiram este domingo ligações entre a célula 'jihadista' desmantelada esta semana no país e a detenção no sábado de quatro pessoas em Atenas, na Grécia.


"Verificámos uma série de elementos com as autoridades gregas e assegura-se que estas pessoas não estão envolvidas na investigação que nos ocupa", indicou Eric Van Der Sypt, porta-voz da investigação.



Segundo informações policiais fornecidas à imprensa grega, as caraterísticas de um dos detidos num bairro de Atenas coincidiam com a descrição feita pela Bélgica. A polícia grega recolheu amostras de ADN e impressões digitais para enviar para Bruxelas a fim de confirmar a sua identidade.

Operação antiterrorismo na Bélgica

Uma operação antiterrorismo realizada na quinta-feira pela polícia em várias cidades da Bélgica resultou na detenção em Verviers de um suspeito e na morte outros dois presumíveis 'jihadistas', que alegadamente planeavam ataques para breve, uma semana após os atentados terroristas de Paris. 

Cinco pessoas foram formalmente acusadas na Bélgica de "participação nas atividades de um grupo terrorista" e três delas ficaram em prisão preventiva, indicou o procurador federal, um dia após desmantelar uma célula que preparava atentados contra a polícia.

Síria Estado Islâmico Bélgica grécia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)