Doações para o Notre-Dame ultrapassam os 600 milhões de euros

Incêndio deflagrou este segunda-feira à tarde na emblemática catedral de Notre-Dame, em Paris.
16.04.19
As doações de empresas e das grandes fortunas francesas para financiar a reconstrução da catedral de Notre-Dame, em Paris, atingida na segunda-feira por um grave incêndio, superavam esta terça-feira à tarde os 600 milhões de euros.

A família herdeira do grupo L'Oréal, Bettencourt-Meyers, e a multinacional francesa de cosmética anunciaram uma doação de 200 milhões de euros, montante que se junta aos 200 milhões de euros anunciados pela família Arnault e pelo grupo do segmento de luxo LVMH, que detém marcas como a Louis Vuitton, a Dior, a Bvlgari e a Marc Jacobs.

O grupo petrolífero Total e a família Pinault, dona do grupo de luxo Kering, o segundo grupo mundial no setor do luxo e que detém marcas como a Gucci, a Yves Saint Laurent e a Boucheron, também anunciaram uma doação de 100 milhões de euros, respetivamente.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!