Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Empresário francês oferece 100 milhões de euros para reconstruir Catedral de Notre-Dame

Monumento emblemático da capital francesa ardeu esta segunda-feira.
16 de Abril de 2019 às 00:13
François-Henri Pinault
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
François-Henri Pinault
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
François-Henri Pinault
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame
Incêndio na Catedral de Notre-Dame

A família Pinault vai desbloquear 100 milhões de euros da sua empresa Artémis, para ajudar a reconstruir a Catedral de Notre-Dame que foi esta segunda-feira destruída por um violento incêndio.

A doação foi anunciada ao final da noite desta segunda-feira pelo bilionário François-Henri Pinault.

"Esta tragédia atinge todos os franceses além de todos aqueles que estão ligados aos valores espirituais. Diante de tal tragédia, todos querem reviver esta jóia da nossa herança o mais rápido possível", escreveu o presidente da Artémis e do grupo de luxo Kering.

Artémis é uma empresa francesa fundada por François Pinault, atualmente com 82 anos. A empresa, fundada em 1992, é gerida por François-Henri Pinault desde 2003 e é um dos maiores impérios franceses.

A Heritage Foundation também anunciou na madrugada desta terça-feira o lançamento de uma "angariação nacional" para a reconstrução de Notre-Dame, disse num comunicado à AFP.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)