Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Empresa francesa que lançou teste para detetar novo coronavírus dispara na bolsa

Títulos da empresa valorizaram 47,60% esta segunda-feira na Bolsa de Paris.
Lusa 10 de Fevereiro de 2020 às 23:17
Cientistas investigam o coronavírus
Cientistas investigam o coronavírus FOTO: Getty Images
A empresa francesa Novacyt, que há 10 dias lançou um teste específico para detetar o novo coronavírus da região chinesa de Wuhan, que provocou uma epidemia no país, tem tido um acentuado crescimento da sua cotação bolsista.

Esta segunda-feira, na Bolsa de Paris, os seus títulos valorizaram 47,60%, no último mês mais de 375% e desde o início do ano 426,63%.

Na sessão bolsista de hoje transacionaram-se títulos equivalentes a 86,75% do capital.

O teste de deteção do novo coronavírus foi lançado em 31 de janeiro, anunciado como o único que permite diferenciar a atual epidemia de outras, o que evita falsos diagnósticos.

Nesse dia, a progressão da sua cotação na bolsa de Paris foi de 81,12%.

Na ocasião, em apenas duas sessões foram transacionados quase 100 milhões de euros em ações da Novacyt, empresa que em 2018 faturou menos de 14 milhões de euros e perdeu quase cinco milhões.

bolsa mercado e câmbios economia negócios e finanças Wuhan Novacyt
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)