Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

PSOE vence em Espanha mas fica dependente dos partidos bascos e catalães para formar Governo

PP sofreu uma derrota histórica nestas eleições.
28 de Abril de 2019 às 19:12
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez já votou
Pedro Sánchez já votou
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez já votou
Pedro Sánchez já votou
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez
Pedro Sánchez já votou
Pedro Sánchez já votou
O PSOE venceu as eleições deste domingo em Espanha com 28,8% dos votos e sem maioria absoluta - conseguiu 123 deputados dos 176 que necessitava. O partido fica agora dependente dos bascos e catalães para formar Governo.

O PP continua a ser a segunda força política no país vizinho mas sofreu uma derrota histórica - elegeu 66 deputados, contra os 134 que tinha antes das legislativas. Teve aquela que foi a pior noite eleitoral de sempre, arrecadando 16,7% dos votos dos espanhóis.

O Ciudadanos ficou em terceiro (57 deputados), seguido do Podemos (42). O Vox, de extrema-direita, fez história ao conseguir 24 deputados.

Agora, o PSOE tem de procurar parceiros para fazer uma coligação que lhe permita governar com maioria. Com 123 deputados, uma aliança com o Podemos (42) não é suficiente, uma vez que ficam pelos 165 deputados. A maioria é atingida aos 176.

Afluência eleitoral foi de 75,79%
A participação nas eleições legislativas antecipadas em Espanha foi de 75,79%, uma cifra 9,3 pontos percentuais superior à registada no escrutínio de 2016, que foi 66,48%.

Segundo dados fornecidos pela porta-voz do executivo, Isabel Celaá, e pelo ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, aquela é a taxa de afluência quando estão escrutinados 93,03% dos votos.

Ambos agradeceram em nome do Governo a elevada participação "a todos os espanhóis que foram votar para dar sentido à democracia", afirmou Celaá, que reiterou que a votação decorreu sem incidentes de registo.

Sondagem já dava vitória ao PSOE
Uma sondagem divulgada pela televisão pública espanhola já indicava que o PSOE (socialista), com 28,1%, era o mais votado nas eleições gerais deste domingo em Espanha, com o Vox (extrema-direita) a entrar pela primeira vez no parlamento com 12,1%.

A projeção da TVE avançava ainda que o PSOE tem 28,1% seguido pelo PP (Partido Popular, direita) com 17,8%, Cidadãos (direita liberal) com 14,4%, Unidas Podemos (extrema-esquerda) com 16,1% e Vox com 12,1%.

Os doze mil eleitores contactados na projeção deram aos socialistas a possibilidade de ter entre 116 e 121 lugares no Congresso de Deputados (parlamento) longe da maioria absoluta de 175 mais um parlamentar num total de 350.
Podemos política independentistas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)