Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Finge ser tetraplégico e recebe meio milhão de euros

Homem manteve a farsa durante 15 anos.
1 de Fevereiro de 2018 às 12:56
Cadeira de rodas
Cadeira de rosas
Profissionais de saúde
Enfermeiros e médico
Cadeira de rodas
Cadeira de rosas
Profissionais de saúde
Enfermeiros e médico
Cadeira de rodas
Cadeira de rosas
Profissionais de saúde
Enfermeiros e médico

Durante 15 anos, Brazen Brian Matthews conseguiu enganar os médicos ao fazer-se passar por tetraplégico. O homem fingia ter os sintomas normais de um paciente com esta condição e, desta forma, conseguiu obter os documentos legais que aprovavam a deficiência sem ser devidamente examinado. Através dos apoios do estado, conseguiu juntar meio milhão de euros. 

A farsa foi descoberta o ano passado quando um conhecido viu o sujeito, de 51 anos, a levar a mulher, Theresa, que enfrenta dificuldades motoras, ao hospital sem qualquer tipo de dificuldades.

O homem foi presente a tribunal esta terça-feira para enfrentar as acusações. "Uma longa pena de prisão é o cenário mais provável", revelou o juiz Robert Linford.

O advogado, Jim Tilbury, referiu em tribunal que o cliente consegue andar sem ajuda, "mas que nem sempre foi esse o caso", visto que só nos últimos anos é que conseguiu ganhar alguma sensibilidade nos braços e nas pernas.

"Por confiarem no paciente, os médicos não realizaram todos os exames médicos necessários", sublinhou Jo Martin, procurador público do caso.

O réu foi constituído culpado pelo crime e espera agora em liberdade pela próxima sessão, em abril, na qual será decidida a sentença. 

advogado procurador crime lei e justiça julgamentos doença sintomas médico saúde deficiência reino unido
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)