Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Funcionária de hospital castigada após repreender grupo de pessoas sem máscara

Empregada da limpeza do Hospital Santa Cruz de Úbed, Espanha, foi suspensa durante 10 dias.
Correio da Manhã 1 de Julho de 2020 às 10:14
Hospital em Espanha
Hospital em Espanha FOTO: Reuters
Um empregada da limpeza do Hospital Santa Cruz de Úbed (Jaén), Espanha, foi suspensa durante 10 dias depois de ter chamado à atenção um grupo de pessoas que não usava máscara no interior do serviço hospitalar, material de proteção obrigatório devido à pandemia de Covid-19.

Segundo o jornal espanhol ABC, os eventos ocorreram a 14 de abril quando uma funcionária da empresa Cecle chamou à atenção do diretor dos serviços gerais e de três pessoas da equipa administrativa que o acompanhavam no refeitório para o facto de estarem sem máscara.

Na sequência deste episódio, a empregada acabou por ser sancionada com uma suspensão.

Segundo a Confederação Geral do Trabalho (CGT), citada pelo jornal, "todas as pessoas têm a obrigação de cumprir as regras, dar o exemplo e impedir a propagação da pandemia" através do uso de máscara, principalmente em contexto hospitalar.

A CGT acusa a administração do hospital de agir contra o direito à liberdade de expressão da funcionária.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Hospital Santa Cruz de Úbed Jaén Espanha Covid-19 CGT saúde hospitais questões sociais pandmeia coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)