Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Golpe fiscal no Brasil

Esquema custou aos cofres públicos seis mil milhões de euros, o dobro do caso Petrobras.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 28 de Março de 2015 às 06:00
Corrupção atinge funcionários do Ministério das Finanças
Corrupção atinge funcionários do Ministério das Finanças FOTO: Pedro Ladeira/AFP Photo
A Polícia Federal do Brasil descobriu uma nova megafraude que duplica o desvio de 3300 milhões de euros da Petrobras. O novo golpe custou seis mil milhões de euros aos cofres públicos e envolveu o conselho administrativo de Recursos Fiscais, órgão do Ministério das Finanças que analisa recursos de empresas multadas pelo Fisco. Pagando avultadas luvas a funcionários do órgão, cerca de 70 grandes empresas conseguiram anular as multas milionárias ou reduzi-las a valores ínfimos.

Numa operação em São Paulo, Ceará e Brasília, a Polícia Federal apreendeu documentos, dinheiro e carros de luxo das empresas envolvidas, que as autoridades dizem ser dos ramos bancário, siderúrgico, automobilístico e da construção civil.
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)