Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Instituto Camões ajuda Cuba com 50 mil euros após passagem do furacão Irma

Ajuda destina-se com especial incidência a "crianças menores de cinco anos e em idade escolar, idosos, grávidas e lactentes".
28 de Novembro de 2017 às 19:50
Furacão Irma
Furacão Irma
Furacão Irma deixa rasto de destruição
Furacão Irma
Furacão Irma
Furacão Irma
Furacão Irma deixa rasto de destruição
Furacão Irma
Furacão Irma
Furacão Irma
Furacão Irma deixa rasto de destruição
Furacão Irma
O Instituto Camões juntou-se esta terça-feira à ação do Programa Alimentar Mundial (PAM), contribuindo com 50.000 euros para a operação de ajuda humanitária em Cuba, na sequência do furacão Irma, que assolou a ilha em setembro deste ano.

O Instituto de Cooperação e da Língua respondeu ao apelo do PAM, que pediu a Portugal o financiamento de uma operação de resposta imediata de modo a apoiar a segurança alimentar de cerca de 650.000 pessoas, nas regiões mais afetadas das províncias de Camaguey, Ciego de Ávila, Matanzas, Sancti Spiritus e Villa Clara.

De acordo com um comunicado de imprensa distribuído esta terça-feira pelo Instituto Camões, a ajuda destina-se, com especial incidência, aos grupos mais vulneráveis, "crianças menores de cinco anos e em idade escolar, idosos, grávidas e lactentes".

"A contribuição do Camões, I.P. constitui um gesto de solidariedade no quadro da disponibilidade orçamental e de urgência na resposta a um drama humanitário num país, Cuba, que se situa num espaço geográfico relevante de atuação da cooperação portuguesa", finaliza o documento.

A passagem do furacão Irma por Cuba, que atingiu o norte da ilha na noite de 08 de setembro, causou dez mortos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)