Instituto Camões ajuda Cuba com 50 mil euros após passagem do furacão Irma

Ajuda destina-se com especial incidência a "crianças menores de cinco anos e em idade escolar, idosos, grávidas e lactentes".
28.11.17
  • partilhe
  • 1
  • +
O Instituto Camões juntou-se esta terça-feira à ação do Programa Alimentar Mundial (PAM), contribuindo com 50.000 euros para a operação de ajuda humanitária em Cuba, na sequência do furacão Irma, que assolou a ilha em setembro deste ano.

O Instituto de Cooperação e da Língua respondeu ao apelo do PAM, que pediu a Portugal o financiamento de uma operação de resposta imediata de modo a apoiar a segurança alimentar de cerca de 650.000 pessoas, nas regiões mais afetadas das províncias de Camaguey, Ciego de Ávila, Matanzas, Sancti Spiritus e Villa Clara.

De acordo com um comunicado de imprensa distribuído esta terça-feira pelo Instituto Camões, a ajuda destina-se, com especial incidência, aos grupos mais vulneráveis, "crianças menores de cinco anos e em idade escolar, idosos, grávidas e lactentes".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!