Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Madrid teme regresso clandestino de Puigdemont

Ex-presidente do governo regional da Catalunha “não poderá entrar nem na mala do carro”.
Ricardo Ramos 24 de Janeiro de 2018 às 10:14
Puigdemont retirou pedido para delegar o voto na sessão de investidura
Puigdemont deixou Bruxelas para participar num debate em Copenhaga
Carles Puigdemont em Copenhaga
Puigdemont
Carles Puigdemont
Puigdemont
Puigdemont retirou pedido para delegar o voto na sessão de investidura
Puigdemont deixou Bruxelas para participar num debate em Copenhaga
Carles Puigdemont em Copenhaga
Puigdemont
Carles Puigdemont
Puigdemont
Puigdemont retirou pedido para delegar o voto na sessão de investidura
Puigdemont deixou Bruxelas para participar num debate em Copenhaga
Carles Puigdemont em Copenhaga
Puigdemont
Carles Puigdemont
Puigdemont
O governo espanhol teme que Carles Puigdemont tente regressar de forma clandestina à Catalunha nos próximos dias para ser investido como presidente do governo.

As autoridades montaram já um forte dispositivo de segurança nas fronteiras para garantir que o líder separatista é intercetado e detido nem que venha "na mala do carro".

Além da vigilância apertada nos aeroportos e nas principais ligações ferroviárias e rodoviárias, a polícia tomou precauções especiais. "Queremos garantir que ele não possa cruzar a fronteira de helicóptero, nem de ultra ligeiro, nem de barco, nem escondido na mala do carro", garantiu ontem o ministro do Interior, Juan Ignácio Zoido.

Os rumores de que Puigdemont pode tentar regressar de forma clandestina foram reforçadas pela retirada, ontem, do pedido de autorização para delegar o seu voto na sessão de investidura.

Beija bandeira espanhola   
Puigdemont foi confrontado em Copenhaga por um cidadão espanhol que o desafiou a beijar uma bandeira espanhola.

"Não tenho problema nenhum com isso", respondeu antes de beijar a bandeira.

Copenhaga Carles Puigdemont Catalunha Juan Ignácio Zoido presidente ministro do Interior política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)