Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Mãe pensou em matar a professora do filho por ciúmes

Mulher começou a perseguir a docente por achar que esta lhe queria retirar o filho.
Correio da Manhã 28 de Agosto de 2019 às 18:17
Professor
Professor FOTO: Getty Images

Foi em Manchester, no Reino Unido, que Nushee Imran, de 40 anos, confessou em tribunal ter perseguido e ter pensado matar a professora do seu filho de cinco anos, Rebecca Kind.

Os ciúmes começaram quando o menino não parava de falar da professora e lhe pediu se podia comprar flores para Rebbeca. A mãe começou a perseguir a mulher até casa. Fazia-lhe várias chamadas, enviava-lhe mensagens e mais de 100 emails.

Rebecca começou a acompanhar o filho de Nushee nas aulas de educação especial e a situação piorou quando alertou as assistentes sociais por achar que a mãe era muito exigente com o filho. 

Nushee começou a criar uma teoria na sua cabeça de que a professora lhe queria retirar o filho e numa consulta médica confessou que queria matar a professora "por causa de todo o sofrimento que esta lhe causou".

As autoridades foram avisadas e a mulher foi condenada a seis meses de pena suspensa e ficou proibida de contactar com a professora durante cinco anos.

mãe matar perseguir professora ciúmes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)