Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

MÃES DE JESSICA E HOLLY RELATAM BUSCA DRAMÁTICA

Os pais de Holly e Jessica, as duas jovens britânicas assassinadas no passado ano em Soham, contaram ontem em tribunal como tentaram desesperadamente encontrar as filhas, desconhecendo que a tragédia já acontecera e elas tinham já sido brutalmente assassinadas.
14 de Novembro de 2003 às 00:00
Holly e jessica jamais serão esquecidas. no tribunal, as suas mães recordaram o drama
Holly e jessica jamais serão esquecidas. no tribunal, as suas mães recordaram o drama FOTO: d.r.
Nicola, mãe de Holly, telefonou ao marido, Kevin, cerca de 90 minutos depois de o desaparecimento das duas amigas ter sido notado. Em lágrimas, a senhora Wells contou ao marido que ninguém sabia da filha e que a polícia já estava a tomar conta da ocorrência.
Além das autoridades, grupos de populares participavam igualmente nas buscas. Entre estes estava a irmã de Jessica, Rebecca, que afirma ter-se cruzado com Ian Huntley, o homem acusado do homicídio das crianças. Huntley, segurança da escola onde as meninas estudavam, terá afirmado a Rebecca: "A zona da escola já foi toda revistada, mas podes revistá-la outra vez se quiseres".
Por seu lado, a mãe de Jessica, Sharon Chapman, revelou que a sua filha tinha medo do escuro e de aranhas, pelo que, com o cair da noite, onde quer que estivesse, deveria estar apavorada. Jessica telefonou para casa à tarde para pedir à mãe se podia continuar mais tempo em casa de Holly. A mãe autorizou e pediu apenas à filha para telefonar logo que quisesse voltar.
Só quando Nicola Wells, às 20h20, chamou pelas duas amigas, que pensava estivessem a brincar no quarto, é que o desaparecimento foi notado.
Alarmada, a senhora Chapman telefonou para casa de Holly para confirmar se as amigas tinham ido para aí e depois alertou a polícia. Infelizmente, como veio a verificar-se, era já tarde de mais.
Nas suas declarações, Nicola e Sharon explicaram ainda que Maxine Carr, na altura namorada de Ian Huntley, era considerada pelas filhas uma excelente professora. Jessica. sobretudo, admirava Carr, que considerava "a melhor professora que alguma vez tivera".
Recorde-se que Carr é acusada de cumplicidade nos homicídios, pois terá, alegadamente, colaborado no ocultamento de provas e prestado declarações falsas à polícia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)