Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Maluf desviou milhões

O deputado brasileiro Paulo Maluf, ex-presidente da Câmara de São Paulo, foi condenado pela justiça da ilha britânica de Jersey a devolver 8,3 milhões de euros que, segundo o tribunal, desviou da edilidade paulista em 1998. À cotação actual, esse valor pode chegar aos 25 milhões de euros.
18 de Novembro de 2012 às 01:00
Paulo Maluf nega acusações
Paulo Maluf nega acusações FOTO: Direitos Reservados

O tribunal deu como provada a denúncia do Ministério Público brasileiro de que Maluf, que foi presidente da Câmara de São Paulo nos anos 90, desviou esse montante da verba destinada à construção de uma avenida na zona sul da capital paulista. Segundo o acórdão, Maluf remeteu o dinheiro desviado para as contas de duas empresas que ele e o filho, Flávio, criaram em Jersey, que é um paraíso fiscal.

Maluf nega todas as acusações e garante que nunca teve dinheiro na ilha de Jersey, mas a justiça local garante ter provas de que ele e o filho movimentavam as contas das duas empresas, actualmente bloqueadas.

ESCÂNDALO BRASIL CONDENADO TRIBUNAL
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)