Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Mulher mata o marido depois de descobrir subscrição de canal porno

Frank foi baleado numa perna e depois uma segunda vez na parte superior do corpo.
24 de Abril de 2019 às 15:07
Patricia Ann Hill
Frank Hill
Patricia Ann Hill
Frank Hill
Patricia Ann Hill
Frank Hill

Uma mulher está a ser acusada de ter matado o marido depois de ter descoberto que este subscreveu um canal de pornografia.

Patricia Ann Hill, de 69 anos, terá baleado Frank Hill, de 65, duas vezes após um ataque de fúria, segundo avança o jornal britânico Mirror.

Os procuradores afirmam que Patricia
, do Arkansas, nos Estados Unidos, já tinha eliminado a subscrição do canal uma vez, mas "perdeu a cabeça" ao vê-lo novamente adicionado.

A mulher é acusada de ter entrado na sala onde estava o homem para confrontá-lo. Posteriormente, terá derrubado uma mesa que tinha cerveja e cigarros do marido.

Patricia saiu da sala, foi buscar uma pistola e, quando o marido estava curvado a apanhar as coisas que esta tinha atirado para o chão, disparou duas vezes contra Frank.

Frank foi baleado numa perna e depois uma segunda vez na parte superior do corpo. Após os disparos, Patricia chamou a polícia e uma ambulância. 

O advogado da mulher, 
Bill James, afirma que o casal estava "distante", mas que o hábito de ver porno do marido era uma "afronta pessoal a ela [Patricia] e ao Deus dela".

Segundo a defesa de Patricia, a mulher tinha pedido várias vezes para este parar de ver pornografia, mas Frank nunca aceitou os pedidos da mulher.

Em sua defesa, a mulher vai alegar em tribunal não estar mentalmente bem no momento do homicídio. 


Patricia Ann Hill Estados Unidos Frank Hill Arkansas advogado Bill James Deus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)